Melhores VPNs de 2020 para a Coreia do Norte – As VPNs mais rápidas e baratas!

A Coreia do Norte é notoriamente conhecida por ser um lugar muito isolado e muito estranho. Com uma população de mais de 25 milhões de pessoas dentro de suas fronteiras, é impressionante como o governo mantém essas pessoas no lugar. As leis e regulamentos rigorosos, mesmo aqueles absurdos, como a regra das “Três Gerações de Punição”, a lei dos cortes de cabelo permitidos ou mesmo a proibição de produtos de empresas de tecnologia como a Apple, a Sony e a Microsoft estão sendo implementadas em todo o país tornando a vida da população ridiculamente simples.

Por que a necessidade de uma VPN?

A maioria da população está proibida de acessar a Internet. A informação é estritamente controlada pelo governo, e as transgressões acarretam punições severas. A propaganda é um dos pilares do forte controle de Kim Jong Un ao seu povo, e uma das formas mais eficientes de fazer isso é através do monitoramento rígido do que a população pode receber como informação.

O acesso a informações extensas é uma ameaça para o regime e, portanto, surge a censura. Na verdade, apenas professores universitários e altos funcionários do governo têm acesso à Internet sem restrições e supervisão. O país tem apenas um único provedor de serviço de Internet, a Star Joint Venture Co. No entanto, o acesso está disponível apenas para o governo e escritórios de organizações estrangeiras por um preço altíssimo, chegando a média de três salários mínimos.

Em 2013, a Koryolink, uma operadora de telefonia celular nacional, abriu caminho para os serviços de Internet móvel, o que permitiu aos turistas visitantes terem acesso à Internet enquanto estão no país. Embora este tenha sido um grande avanço, o acesso à Internet móvel vem com um preço incrivelmente alto, cerca de 10 euros por 50 MB de dados. Além disso, em abril de 2016, uma mudança de política passou a bloquear sites populares como Facebook, Twitter e YouTube.

Em um relatório da GitHub através de um deslize na segurança do servidor, um vislumbre do DNS e domínios da Coreia do Norte revelou que apenas 28 sites no total são acessíveis a partir do país. Alguns deles incluem um site de emissão de bilhetes (airkoryo.com.kp), um site governamental sobre o país (naenara.com.kp) e o turismo coreano (nta.gov.kp), entre outros, que são basicamente sobre o país e o governo.

Todo esse acesso restrito à Internet implora a questão de como aqueles que insistem em usar a Internet visitam sites bloqueados. Uma das formas mais populares de ignorar a restrição é através do uso de Redes Privadas Virtuais ou VPNs, que serve como um meio intermediário, bem como uma criptografia que permita aos usuários acessarem a Internet com segurança e de forma anônima.

Uma vez que o acesso à Internet é restrito, não existe uma grande quantidade de VPNs na Coreia do Norte, mas as poucas que atuam no país são bem conhecidas. Essas VPNs oferecem uma ampla gama de serviços e cabe ao usuário decidir qual é o melhor para abordar certas necessidades: pode ser uma exploração casual de sites externos, assistir ao Netflix ou outros assuntos privados.

Veja aqui uma lista dos principais provedores de VPN para a Coreia:


A ExpressVPN é definitivamente a melhor VPN na Coreia do Norte. É a VPN mais rápida e confiável disponível. Ela oferece serviços incrivelmente rápidos e confiáveis por um preço muito acessível. Embora não tenha servidores na Coreia do Norte (isso é um pouco difícil), eles têm servidores na Coreia do Sul, o mais próximo que você vai conseguir. Além disso, a ExpressVPN é a mais barata. Acima de tudo está a opção de chat ao vivo 24/7 para atender os clientes da ExpressVPN. Ela é a melhor em todas as revisões e classificações e, além de tudo o que foi mencionado acima, a ExpressVPN está excluída da Lei de Retenção de Dados que afeta as empresas VPN situadas nos EUA e no Reino Unido. Por fim, a ExpressVPN está entre as VPNs que podem ignorar o bloqueio de VPN da Netflix para manter os usuários atualizados com os seus programas favoritos.


De longe, este é o serviço de VPN mais difundido no mercado. A HMA, na verdade, tem um servidor na Coreia do Norte entre as suas centenas em todo o mundo. Embora custe um pouco mais, o seu excelente cliente de software, suporte ao cliente impressionante e largura de banda ilimitada fazem valer a pena. No entanto, não há anonimato real no HMA, pois eles mantêm registros, bem como vem com um Disclosed User Information para o FBI. Também não há garantia de que eles podem desbloquear a Netflix, mas funciona bem para outros sites que não tenham restrições geográficas.

Outras VPNs que funcionam na Coreia do Norte são a CyberGhost, a Trust.Zone e a VyprVPN.

Ainda procurando pela melhor VPN? Confira o nosso top 5:

Alerta de privacidade!

Seus dados estão sendo expostos aos sites que você visita!

Seu endereço IP:

Sua localização:

Seu provedor de Internet:

As informações acima podem ser usadas para rastreá-lo, direcionar anúncios para você e monitorar o que você faz online.

As VPNs podem ajudá-lo a ocultar essas informações dos sites para que você esteja protegido o tempo todo. Recomendamos a NordVPN — a VPN nº 1 entre mais de 350 provedores que testamos. Ela possui criptografia de nível militar e recursos de privacidade que vão garantir sua segurança digital, e mais — ela está oferecendo atualmente 68% de desconto.

Visite a NordVPN

Isto foi útil? Compartilhe.
Gostou desse artigo? Avalie!
Eu detestei Eu não gostei Achei razoável Muito bom! Eu adorei!
Votado por usuários
Comentar O comentário deve ter de 5 a 2.500 caracteres.
Obrigado pelo seu feedback.
Espere! A Nord oferece 68% de desconto em suas VPNs.