As melhores VPNs de 2017 para Linux

Por que você precisa de uma VPN para Linux?

  1. Você quer estar seguro.
    O Linux é mais seguro do que muitos outros sistemas operacionais e, no geral, manterá você longe de vírus. Mas os seus dados ainda podem ser vistos pelo governo e pelo seu ISP. Independentemente do sistema operacional que você estiver usando, os dados enviados para a Internet podem ser interceptados por bisbilhoteiros.
    Se você trabalha no Linux por causa das suas ofertas de segurança, certifique-se de adicionar uma camada de proteção a ela quando se conectar à Internet. Uma VPN criptografa os dados à medida que eles saem do seu computador e, dessa forma, os mantêm ocultos dos olhos curiosos. Há muitos serviços de VPN que oferecem criptografia de 256 bits que é quase impossível de decifrar.
  2. Você valoriza a privacidade.
    Os usuários conscientes sobre a privacidade geralmente preferem o Linux porque ele é open source e eles podem inspecionar o código para detectar adulterações. Se você usa o Linux por causa de seus recursos de privacidade, provavelmente quer ficar seguro contra os hackers também.
    À medida que os seus dados viajam através da Internet sem nenhuma proteção, é fácil para os hackers enviarem malware para o seu computador. Se eles forem capazes de interceptar as linhas de rede, podem enviar spyware ou ransomware para o seu dispositivo. Você pode ficar seguro, permitindo que uma VPN criptografe o seu tráfego à medida que ele sai do seu computador.
  3. Você deseja acessar sites ou aplicativos restritos.
    Se você quer acessar o Hulu de fora dos EUA ou dar a volta a uma rede de escolas restritivas, uma VPN vai permitir você fuja das restrições e acesse todos os conteúdos online sem censura.
    O Linux permite que você altere o seu código para ignorar os limites e se adequar ao seu estilo de trabalho. Por que você deve ser interrompido pelos administradores de rede? Esconda-se atrás de outro IP e criptografe o seu tráfego para acessar todos os tipos de aplicativos online restritos.

Estas são as melhores VPNs para Linux:

As VPN listadas aqui funcionam sem problemas no Linux e têm vários servidores em todo o mundo. Elas são rápidas e seguras, e não registram as suas atividades.

Classificação Nossa pontuação Classificação do usuário
Escolha do Editor 5.0
Ler Análise
2 4.9
Ler Análise
3 4.8
Ler Análise
4 4.7
Ler Análise
5 4.7
Ler Análise

Por que você deve usar uma VPN?

Há muitas razões por trás do uso do Linux: ele é personalizável, grátis e seguro. É, sem dúvida, mais seguro do que muitos outros sistemas operacionais. No entanto, embora você possa proteger o seu computador contra algum tipo de vírus usando o Linux, não pode protegê-lo de bisbilhoteiros e hackers.

Com os governos em muitos países que espionam os seus cidadãos, é importante manter os seus dados privados seguros. Quando você usa uma VPN, os seus dados são criptografados e não podem ser vistos por entidades externas.

À medida que eles entram e saem da rede privada virtual, é difícil reconhecer quais pacotes pertencem a quem. Isso torna quase impossível para os hackers bisbilhotarem os seus pacotes de dados.

Outra razão para usar uma VPN com o Linux (ou qualquer sistema operacional) é evitar o abrandamento da velocidade de largura de banda e desfrutar melhor da velocidade de streaming ou P2P. Uma vez que o seu ISP pode ver o tráfego que você envia para a Internet, eles podem diminuir as velocidades para determinados tipos de uso de dados.

Quando usa uma VPN, o seu ISP não pode detectar os sites ou aplicativos online que você está usando e, portanto, não consegue abrandar a velocidade da sua conexão.

Se você estiver usando a Wi-Fi pública, uma VPN vai garantir que seus dados permaneçam seguros. As redes públicas podem ser armadilhas e seus nomes de usuário e senhas podem ser facilmente pirateados. O uso de uma VPN vai criptografar os seus dados e protegê-los em uma rede vulnerável.

Um olhar mais atento para duas das VPNs mais recomendadas:

  • Servidores super rápidos em 61 países diferentes.
  • Criptografia de dados dupla que é quase impossível de quebrar.
  • Onion over VPN significa que os seus dados serão enviados para um router Onion altamente seguro.
  • Kill switch automático para desconectar a Internet se a conexão VPN cair.
  • Capacidade de conectar até 6 dispositivos simultaneamente.
  • Nenhuma política de registros, o que significa que o uso da VPN não é rastreado.

Visite o site deles ou veja as revisões.

  • Servidores de alta velocidade em 94 países diferentes.
  • Suporta uma variedade de protocolos para criptografia forte.
  • Uma nova chave é gerada com cada nova conexão (ou após cada 60 minutos para conexões longas) para garantir uma segurança completa.
  • Capacidade de conectar até 3 dispositivos simultaneamente.
  • Tem um aplicativo exclusivo para diferentes versões do Linux.

Visite o site deles ou veja as revisões.

Configurar uma VPN no Linux leva apenas alguns minutos e vai mantê-lo seguro contra hackers e agências de espionagem. Mantenha-se protegido obtendo a melhor VPN para o melhor sistema operacional.

Isto foi útil? Compartilhe.
Compartilhe no Facebook
0
Tweet isso
0
Compartilhe se você acha que o Google não sabe muito sobre você
0