As listagens apresentadas neste site são de empresas das quais este site recebe compensação. Leia a Divulgação da Comissão de Afiliados para obter mais informações
Aviso legal:
Avaliações profissionais

vpnMentor contém avaliações escritas por nossa comunidade de avaliadores, as quais são baseadas na análise independente e profissional dos produtos/serviços por parte de cada avaliador.

• Propriedade

O vpnMentor é de propriedade da Kape Technologies PLC, que detém os seguintes produtos: ExpressVPN, CyberGhost, ZenMate, Private Internet Access e Intego, os quais podem ser avaliados neste site.

• Comissões de afiliados

vpnMentor contém análises que foram escritas por nossos especialistas e seguem rígidos padrões de revisão, incluindo padrões éticos, que adotamos. Esses padrões exigem que cada análise seja baseada em uma inspeção independente, honesta e profissional do revisor. Dito isto, podemos ganhar uma comissão quando um usuário conclui uma ação usando nossos links. Isso, no entanto, não afetará a avaliação, mas poderá afetar as classificações. As classificações são determinadas com base na satisfação do cliente de vendas anteriores e da compensação recebida.

• Diretrizes de avaliações

As avaliações publicadas no vpnMentor são escritas por especialistas que examinam os produtos de acordo com nossos rigorosos padrões de avaliação. Tais padrões garantem que cada avaliação seja baseada na análise independente, profissional e honesta do avaliador, e leva em consideração as capacidades técnicas e qualidades do produto, juntamente com seu valor comercial aos usuários. Os rankings que publicamos podem levar em consideração as comissões de afiliados que recebemos por aquisições efetuadas através de links em nosso site.

Ferramenta de teste de vazamento de endereço IP e WebRTC

Usando nossa ferramenta de teste de vazamento, descubra se o WebRTC está vazando seu endereço IP ou se sua VPN está funcionando da forma correta.

Selecione uma opção:

Esta ferramenta detecta vazamentos de WebRTC no Chrome, Firefox, Brave, Opera e outros navegadores web. Clique em "Procurar vazamentos de WebRTC" para descobrir se o WebRTC está vazando suas informações.

Esta ferramenta detecta vazamentos de WebRTC em navegadores web para dispositivos móveis

Desligue sua VPN e clique em "Iniciar teste"

Ligue sua VPN e clique em "Concluir teste"

Buscando resultados…

Detectado via TCP IP

Resultado do teste de vazamento de WebRTC

Um endereço IP público é atribuído pelo seu provedor de internet e usado para se comunicar com dispositivos fora da sua rede. Os endereços IP públicos sempre são detectáveis via TCP/IP.

Endereço IP público (Detectado via TCP IP)

VPN DESLIGADA:

Não detectado

VPN LIGADA:

Não detectado

Seu roteador atribui endereços IP locais aos dispositivos conectados à sua rede, o que permite a comunicação dos dispositivos em sua rede local.

Endereço IP local (Detectado via WebRTC)

VPN DESLIGADA:

Não detectado

VPN LIGADA:

Não detectado

Um endereço IP público é atribuído pelo seu provedor de internet e usado para se comunicar com dispositivos fora da sua rede. Seu navegador pode exibir seu endereço IP público se as configurações de WebRTC estiverem habilitadas.

Endereço IP público (Detectado via WebRTC)

VPN DESLIGADA:

Não detectado

VPN LIGADA:

Não detectado

Um endereço IPv6 é uma forma mais nova de endereço IP público. Ele é atribuído pelo seu provedor de internet e necessário para se comunicar com dispositivos fora da sua rede local.

Endereço IPv6 (Detectado via WebRTC)

VPN DESLIGADA:

Não detectado

VPN LIGADA:

Não detectado

Câmera: Não detectado
Caso seu dispositivo possua câmera, ele pode ser detectado se o WebRTC estiver habilitado.
Microfone: Não detectado
Caso seu dispositivo possua microfone, ele pode ser detectado se o WebRTC estiver habilitado.

O que significam seus resultados?

Endereço IP público (Detectado via TCP IP)

Este é o seu endereço IP público detectado via TCP/IP. Os endereços IP públicos são sempre detectáveis ​​via TCP/IP, quer seja um endereço IP real ou de VPN. Saiba mais sobre TCP/IP.

Endereço IP local (Detectado via WebRTC)

Nossa ferramenta não detectou seu endereço IP local. O WebRTC não está exibindo seu endereço IP local para sites que o solicitam. Saiba mais sobre endereços IP locais.

Endereço IP público (Detectado via WebRTC)

Nossa ferramenta não detectou seu endereço IP público. O WebRTC não está exibindo seu endereço IP público para sites que o solicitam. Saiba mais sobre endereços IP públicos.

Endereço IPv6 (Detectado via WebRTC)

Nossa ferramenta não detectou seu endereço IPv6. O WebRTC não está exibindo seu endereço IPv6 para sites que o solicitam. Saiba mais sobre endereços IPv6.

Dica: pressione CTRL+D para marcar esta página como favorita para que você possa verificar rapidamente se há vazamentos em sua conexão antes de navegar online.

Como testamos vazamentos de WebRTC e endereço IP

Nossa ferramenta de teste de vazamento de WebRTC e IP detecta as informações de endereço IP que são enviadas automaticamente para nossa página via TCP/IP e também pelo seu navegador via WebRTC.

Seus dados: nossa ferramenta de teste de vazamento de endereço IP e WebRTC não armazena nem compartilha nenhuma informação exigida para realizar os testes.

Após nossa ferramenta reunir todas as informações exigidas, ela vai avaliar rapidamente os dados e sinalizar possíveis vazamentos de WebRTC ou VPN, incluindo o seguinte:

  • Vazamentos de endereços IP locais (detectados via WebRTC)
  • Vazamentos de endereços IP públicos (detectados via TCP/IP)
  • Vazamentos de endereços IP públicos (detectados via WebRTC)
  • Vazamentos de endereço IPv6 (detectados via WebRTC)

Além disso, nossa ferramenta também verifica câmeras e microfones de dispositivos que podem ser detectados via WebRTC.

Se nossa ferramenta não detectar nenhum vazamento, isso quer dizer que sua VPN está funcionando corretamente ou o WebRTC está desativado e não está transmitindo nenhuma informação.

Nota: nossa ferramenta pode sinalizar o endereço IP de sua VPN como um possível vazamento, no entanto, isso também indica que sua privacidade está protegida e que o WebRTC não está vazando seu endereço IP real.

O que é WebRTC?

A Web Real Time Communication (WebRTC) é uma tecnologia que disponibiliza comunicação direta de áudio e vídeo online entre navegadores e dispositivos, sem ser necessário um servidor intermediário.

Uma vez que o WebRTC não exige o uso de um servidor intermediário, ele permite que os dispositivos se comuniquem e compartilhem dados em alta velocidade, oferecendo uma experiência online mais suave.

O WebRTC é usado normalmente para fazer chamadas de vídeo, compartilhamento de arquivos P2P ou hospedagem de transmissões ao vivo em plataformas de rede social.

O WebRTC está integrado em quase todos os navegadores da Web e não exige a instalação de plug-ins externos. Mas para que o WebRTC funcione da forma correta, ele precisa compartilhar dados do dispositivo entre os navegadores da Web do usuário, incluindo endereços IP públicos.

O principal problema com o WebRTC é que ele pode comprometer a privacidade do usuário ao expor os dados de seu dispositivo, incluindo seu endereço IP público real. E isso pode permitir que terceiros identifiquem o usuário.

O WebRTC usa uma tecnologia chamada ICE (Interactive Connectivity Establishment) para detectar o endereço IP de seu dispositivo. Caso o WebRTC (usando ICE) consiga detectar seu endereço IP real através de seu dispositivo, mesmo que você esteja conectado a uma VPN, sua privacidade será comprometida.

Para usuários que se preocupam com a privacidade isso é um problema sério, uma vez que os coloca em risco de serem identificados e rastreados.

O que é um vazamento de WebRTC?

Se você estiver conectado a uma VPN, no entanto, um site ainda conseguir detectar seu endereço IP real via WebRTC, isso é chamado de vazamento de WebRTC.

Vazamentos de WebRTC podem acontecer em quase todos os principais navegadores da Web, incluindo Chrome e Firefox. Geralmente, esse tipo de vazamento é ignorado. No entanto, ele é uma grande ameaça à sua privacidade, uma vez que sua localização real será exposta.

Sites e plataformas (como, por exemplo, serviços de bate-papo por vídeo) que usam WebRTC, fazem solicitações para visualizar seu endereço IP público via WebRTC. Se você não tiver as proteções de privacidade corretas (como uma VPN confiável), os sites vão conseguir visualizar seu endereço IP real e potencialmente rastreá-lo.

Você pode evitar vazamentos de WebRTC desativando manualmente o WebRTC em seu navegador ou com uma VPN testada e comprovada que consiga substituir com sucesso seu endereço IP real por um endereço IP virtual.

Desativar o WebRTC de forma manual pode causar problemas com alguns sites. Dessa forma, talvez seja preciso reativar o WebRTC quando necessário e desativá-lo quando você não precisar mais. No entanto, é muito mais fácil proteger sua privacidade com uma VPN, que protege totalmente você contra vazamentos de WebRTC.

Infelizmente, nem todas as VPNs estão preparadas para evitar vazamentos de WebRTC. É por isso que a melhor forma de evitar isso é usar uma VPN com proteção total contra vazamentos, como a ExpressVPN ou a CyberGhost.

O que é TCP/IP?

TCP/IP (Transmission Control Protocol/Internet Protocol) é uma coleção de protocolos que permite que os dispositivos se comuniquem e compartilhem dados pela Internet: basicamente, o TCP/IP é o que torna a Internet possível.

O TCP/IP envolve muitas camadas técnicas que são responsáveis ​​pela coleta de dados em um dispositivo (chamada de encapsulamento), que transmitem os dados de um dispositivo para outro pela Internet, garantindo que o dispositivo receptor consiga ler os dados transmitidos (conhecido como decapsulação).

O processo de envio de dados usando TCP/IP se parece com isto:

Para funcionar, todos os sites têm que detectar endereços IP públicos via TCP/IP. Por isso, nossa ferramenta de teste de vazamento de endereço IP e WebRTC verifica se há vazamentos de endereço IP público: caso os resultados do teste exibam o mesmo endereço IP apesar de sua VPN estar conectada, significa que seu endereço IP real está exposto e que sua VPN não está funcionando da forma correta.

Endereços IP locais versus públicos explicados

Seu endereço IP local não pode ser usado para localizar você, uma vez que não é exclusivo. No entanto, seu endereço IP público é único e pode ser usado para identificar você.

Veja aqui as principais diferenças entre os endereços IP locais e públicos:

Os endereços IP locais são atribuídos pelo seu roteador para cada um dos dispositivos conectados à sua rede, e ajudam seu roteador a se comunicar com todos os dispositivos, permitindo que cada dispositivo na mesma rede se conecte (pense em conectar seu smartphone à sua impressora sem fio).

Como os endereços IP locais são reutilizados muitas vezes, esse tipo de vazamento não é uma preocupação de privacidade. Os roteadores geralmente reatribuem os mesmos endereços IP locais para milhões de usuários em todo o mundo. Portanto, mesmo que seu endereço IP local esteja vazando, é muito difícil rastrear você.

Os endereços IP públicos são atribuídos pelo seu ISP (Internet Service Provider) e são usados ​​por outros dispositivos fora da sua rede para reconhecer você. Basicamente, os endereços IP públicos são como uma identidade virtual vinculada a você durante todas as suas atividades online, permitindo que você envie e receba informações pela Internet. Uma vez que os endereços IP públicos são exclusivos para você, um vazamento pode expor sua localização ou outros dados pessoais.

VS.

O que é um endereço IPv4 e IPv6?

Um endereço IPv4 (Internet Protocol version 4) é um endereço exclusivo de 32 bits que identifica um dispositivo em uma rede. O endereço de 32 bits é composto por 4 números, entre 0 e 255, cada um separado por um ponto (por exemplo: 112.234.56.78).

Nos primeiros anos da Internet, para ter acesso a um site, você precisava inserir seu endereço IPv4. No entanto, agora usamos o Domain Name Service (DNS) para traduzir o IPv4 do site em palavras. Por isso, é muito mais fácil de lembrar. Por exemplo, “172.66.43.25” se traduz em “vpnmentor.com”.

Como o protocolo mais novo, o IPv6 foi inserido para expandir a escassez de endereços IP possíveis com o IPv4. O IPv6 usa endereços de 128 bits compostos por 8 conjuntos de dígitos alfanuméricos (números e letras) separados por dois pontos. Com este sistema, a quantidade de combinações de dígitos possíveis é grande: assim, cada dispositivo pode ter seu próprio endereço IPv6.

Além disso, o IPv6 oferece mais segurança e funcionalidade. Ele foi desenvolvido para criptografia de ponta a ponta além de suportar protocolos de segurança mais avançados. A partir de agora, as velocidades entre IPv6 e IPv4 são comparáveis. No entanto, com otimizações contínuas, espera-se que o IPv6 seja mais rápido.

Além disso, o IPv6 é mais eficiente. Por exemplo, ele permite endereçamento multicast que economiza sua largura de banda enviando mídia para vários destinos de uma só vez. Por esses motivos, ele está substituindo ativamente o IPv4.

No entanto, como o IPv6 não substituiu completamente o IPv4 (ainda pode levar alguns anos para isso acontecer) e algumas VPNs não são completamente compatíveis com endereços IPv6, seu endereço IPv6 real pode vazar se sua VPN não suportar IPv6 ou não impedir ativamente vazamentos de IPv6.

O que é um vazamento de IPv4 e IPv6?

Um vazamento de IPv4 acontece quando seu endereço IPv4 real é exposto mesmo que você esteja conectado a uma VPN: sua VPN não substituiu de forma adequada seu endereço IPv4 real por um endereço IPv4 virtual ou o WebRTC está vazando seu endereço IPv4 real. .

Um vazamento de IPv6 é semelhante. No entanto, um vazamento de IPv6 pode ocorrer se seu provedor de VPN não oferecer suporte a IPv6, não reconhecer endereços IPv6 ou não fornecer proteções eficazes contra vazamento de IPv6.

Quando você se conecta à sua VPN, ela deve mascarar seu endereço IP público enquanto roteia seu tráfego através de um de seus servidores privados. No entanto, se isso não acontecer, seu endereço IPv4 ou IPv6 real será exposto.

Vazamentos de IPv6 são mais comuns do que vazamentos de IPv4. Muitas VPNs não suportam IPv6, ou seja, os sites ainda conseguem detectar seu endereço IPv6 real, mesmo que sua VPN tenha alterado com sucesso seu endereço IPv4. Por isso, você precisa garantir o uso de uma VPN com proteção contra vazamento de IPv6 caso seu ISP seja compatível com IPv6.

VPNs como a ExpressVPN e a Private Internet Access oferecem proteção integrada contra vazamentos de IPv6, reduzindo, dessa forma, o risco de vazamentos de IPv6.

Como corrigir e evitar vazamentos de WebRTC e IP em todos os dispositivos

Para evitar vazamentos de WebRTC e IP, você pode desativar o WebRTC em seu navegador ou instalar uma VPN com proteção contra vazamentos. Porém, o WebRTC tem que estar ativado em seu navegador para atividades que requerem o uso de sua câmera e microfone, como bate-papo por vídeo.

Em qualquer momento, você pode ativar o WebRTC temporariamente para determinadas atividades e desativá-lo a seguir, para evitar vazamentos futuros.

No entanto, usar uma VPN com proteção contra vazamentos é a forma mais simples de evitar que seu endereço IP real seja exposto. Ela permite que você use normalmente seu navegador, sem a necessidade de desabilitar o WebRTC manualmente. Uma vez que a VPN redireciona seu tráfego através de um de seus IPs privados, sua atividade online não será rastreada para seu endereço IP público real.

Como corrigir e evitar vazamentos de WebRTC e IP em seu PC ou Mac

Desative o WebRTC em seu navegador

Cada navegador usa um processo diferente para desativar o WebRTC. De acordo com qual você usa, siga as etapas apropriadas abaixo para desativar o WebRTC e evitar que ele vaze seu endereço IP.

Como desativar o WebRTC no Chrome:
  1. Vá para a loja da web do Google Chrome. Digite este URL na barra de endereço do Chrome: https://chrome.google.com/webstore
  2. Obtenha o WebRTC Control. No campo de pesquisa dessa página, digite WebRTC Control. A extensão do navegador deve ser o primeiro resultado: clique em Adicionar ao Chrome e depois em Adicionar extensão. Você vai precisar dela para ativar e desativar o WebRTC.
  3. Clique para desativar. Clique com o botão direito do mouse no ícone da extensão no canto superior direito do navegador para alterar suas opções. Não deve mais haver um círculo azul ao redor do ícone da extensão quando ele estiver desativado.
Como desativar o WebRTC no Microsoft Edge:
  1. Vá para as configurações do desenvolvedor. Digite “about:flags” na barra de endereços do Edge para localizar a lista de configurações do desenvolvedor.
  2. Clique na caixa de seleção apropriada. Na parte inferior dessa lista, há uma caixa de seleção que diz Hide my local IP address over WebRTC connections (Ocultar meu endereço IP local em conexões WebRTC). Por padrão, essa caixa deve estar desmarcada. Clique para marcá-la, o que vai desativar o WebRTC.
  3. Reinicie seu navegador. A mudança entra em vigor após isso.
Como desativar o WebRTC no Firefox:
  1. Digite “about:config” na barra de endereços. Em seguida, clique no botão na página de aviso que diz I accept the risk! (Aceito o risco!). Se você fizer apenas a alteração especificada, o desempenho de seu navegador não será afetado de nenhuma forma. Isso deve direcionar você para uma página no estilo de planilha.
  2. Verifique se o WebRTC está ativado. Digite “media.peerconnection.enabled” no campo de pesquisa. Esse termo agora deve ser a única coisa que aparece no site. No lado direito dessa linha, em Value (Valor), ele dirá “true” (verdadeiro) se o WebRTC estiver ativado.
  3. Desativar o WebRTC. Para desativá-lo, basta clicar duas vezes em qualquer lugar na linha e alterar o valor para false (falso).
Como desativar o WebRTC no Brave:
  1. Vá para Configurações. Em Settings (Configurações), clique em Advanced (Avançado) e depois em Privacy and Security (Privacidade e Segurança).
  2. Encontre a configuração WebRTC. Ela estará rotulada como WebRTC IP handling policy (Política de manipulação de IP WebRTC) e terá um menu suspenso correspondente para você selecionar.
  3. Marque Desativar UDP sem proxy. Isso impedirá que o WebRTC funcione.
Como desativar o WebRTC no Opera:
  1. Vá para Configurações. Digite “about:config” e pressione enter. Em seguida, clique em Settings (Configurações) e em Show advanced settings (Exibir configurações avançadas).
  2. Clique em Privacy & security (Privacidade e segurança). Em seguida, encontre onde diz “WebRTC”.
  3. Marque Desativar UDP sem proxy. Isso desativa o WebRTC. Em seguida, certifique-se de salvar suas alterações.
Como desativar o WebRTC no Safari:
  1. Vá para as preferências avançadas. Clique em Safari na barra de menu, clique em Preferences (Preferências) e depois na guia Advanced (Avançado) (essa opção deve estar na nova janela que se abre).
  2. Marque “Show Develop menu in menu bar” (Exibir menu de desenvolvimento na barra de menus). Assim que for marcada, clique na opção Develop (Desenvolver) quando estiver visível na barra de menus.
  3. Desativar o WebRTC. Clique em WebRTC no menu suspenso e desmarque Enable Legacy WebRTC API (Ativar API WebRTC herdada).

Instale uma VPN com proteção integrada contra vazamentos

Quando você usa uma VPN confiável em seu PC ou Mac, seu endereço IP real é substituído por um endereço IP virtual. Como resultado, seu endereço IP e sua localização real ficam ocultos durante suas atividades online (como navegação, streaming e torrent).

O recurso de proteção contra vazamentos da VPN também oferece garantia extra de que seu endereço IP real não será exposto.

Veja como configurar uma VPN no PC ou Mac:
  1. Inscreva-se em uma VPN. Minha principal escolha é a ExpressVPN devido aos seus recursos de privacidade avançados. Você pode até testá-la em seu PC ou Mac sem riscos, uma vez que ela oferece uma garantia de reembolso de 30 dias.
  2. Instale a VPN. Visite a página de downloads da VPN, onde você vai encontrar os downloads para PC e Mac. Clique no app adequado para o seu dispositivo e siga as instruções para instalá-lo. O processo completo levou menos de 3 minutos com a ExpressVPN.
  3. Conecte e evite vazamentos. Você só precisa conectar a VPN a um servidor de sua escolha e aproveitar suas atividades online sem se preocupar com vazamentos de WebRTC ou IP.

Agende testes regulares de vazamento de IP

A configuração de testes regulares de vazamento de IP vai informar você sobre o desempenho de sua VPN ao proteger sua privacidade. Você pode revisitar essa ferramenta sempre que se conectar à sua VPN para garantir que sua conexão seja segura: leva apenas alguns segundos para realizar um teste e a garantia que ela oferece vale a pena.

No entanto, também recomendo que você defina um lembrete para executar um teste de vazamento semanalmente para saber se sua VPN está protegendo você por completo.

Como corrigir e evitar vazamentos de WebRTC e IP em seu iPhone ou iPad

Apesar de não ser possível desativar manualmente o WebRTC nas versões mais atualizadas do iOS, você ainda pode proteger seu endereço IP real seguindo as etapas abaixo.

Instale uma VPN com proteção integrada contra vazamentos

O uso de uma VPN para iOS protege você contra vazamentos ao redirecionar seus dados através de seus IPs privados. Em simultâneo, seu endereço IP e localização reais são protegidos pela ferramenta de proteção contra vazamentos da VPN. Isso garante que você não seja exposto a sites, olhares indiscretos ou cibercriminosos.


Para proteção contra vazamentos, a ExpressVPN é a minha primeira recomendação.
Ela oferece um aplicativo para iOS fácil de usar com um protocolo proprietário leve (Lightway), que é ideal para celulares e tablets.

A CyberGhost é outra opção segura para iOS: todos os testes de vazamento que fiz provaram que ela mascara seu IP com eficácia. O aplicativo para iOS é fácil de instalar e usar. Além disso, ela oferece seus próprios servidores NoSpy, localizados na Romênia, um país a favor da privacidade. Eles só podem ser acessados ​​por funcionários da CyberGhost para evitar a intervenção de terceiros.

Veja como configurar uma VPN no iOS:
  1. Inscrever-se. Vá para o site da CyberGhost, selecione um plano e configure sua conta. Você pode experimentá-la com o iOS por 45 dias usando sua garantia de reembolso (ao se inscrever no plano de longo prazo).
  2. Instale a VPN. Localize o aplicativo para iOS na página de downloads da VPN para começar a instalação.
  3. Conecte e evite vazamentos. Abra o app de VPN e selecione um servidor para se conectar. Agora você pode navegar, fazer streaming, torrent e muito mais com a confiança de que seu IP não será vazado.

Agende testes regulares de vazamento de IP

A configuração de testes regulares de vazamento de IP vai informar você o quão bem sua VPN está protegendo sua privacidade. Você pode marcar esta página em seu app de navegador e executar um teste diário para garantir que sua conexão de VPN seja segura.

Mesmo os testes de vazamento semanais darão a você uma boa ideia se sua VPN está protegendo bem você.

Como corrigir e evitar vazamentos de WebRTC e IP em seu dispositivo Android

No momento, não é possível desativar manualmente o WebRTC em um dispositivo Android. Porém, você ainda pode tomar medidas para evitar que seu endereço IP real vaze.

Instale uma VPN com proteção integrada contra vazamentos

Você consegue proteger seu Android contra vazamentos roteando seu tráfego através de uma VPN que disponibiliza proteção contra vazamentos. Isso garante que seu endereço IP e sua localização real sejam ocultados durante suas atividades online.

Algumas VPNs Android altamente seguras são a ExpressVPN e a Private Internet Access (PIA). A ExpressVPN conta com o protocolo Lightway, que é compatível com dispositivos móveis e extremamente rápido que você pode usar no Android. Por outro lado, a PIA fornece um aplicativo Android intuitivo que permite que você personalize seus recursos de segurança e privacidade. Além disso, ela traz uma enorme rede de servidores, para que você sempre tenha acesso a conexões rápidas e seguras.

Veja como configurar a PIA no Android:
  1. Criar uma conta. Vá para a página inicial da PIA, escolha um plano e siga as instruções para se inscrever. A PIA oferece a você 30 dias para testá-la em seu Android usando a garantia de reembolso.
  2. Baixe o aplicativo. Escolha o app Android na página de downloads da PIA e siga as instruções de instalação. Isso deve levar apenas alguns minutos.
  3. Conecte e evite vazamentos. Durante suas atividades online, escolha um servidor e ative a VPN para evitar vazamentos de WebRTC e IP.

Agende testes regulares de vazamento de IP

A configuração de testes regulares de vazamento de IP vai informar você o quão bem sua VPN está protegendo sua privacidade. Marque como favorita esta página em seu aplicativo de navegador Android e agende um teste de vazamento diário para garantir que sua conexão VPN esteja segura.

Testes de vazamento semanais também darão a você uma boa ideia de quão eficaz sua VPN é ao proteger sua privacidade.

Perguntas frequentes

Como saber se meu endereço IP está vazando?

A forma mais rápida de descobrir se seu endereço IP público está vazando é fazer um teste de vazamento de IP.

A ferramenta de teste de vazamento do vpnMentor procura vazamentos de WebRTC e de VPN e o alertará caso encontre algum vazamento de endereço local, público ou IPv6.

O que é WebRTC? Ele é seguro?

O WebRTC é uma função integrada na maior parte dos navegadores da Web, que permite que seu dispositivo se comunique com outros dispositivos sem ser necessário um servidor intermediário.

É um recurso completamente legítimo que tem muitos usos, entre eles: videochamadas e streaming ao vivo em plataformas de rede social. Para que o WebRTC funcione, ele exige o acesso a informações detalhadas, incluindo seu endereço IP real e o tipo de dispositivo.

Apesar de o WebRTC não ser malicioso, a quantidade de dados aos quais o WebRTC tem acesso pode representar um risco de privacidade, especialmente se você estiver usando uma VPN. Uma vulnerabilidade no software pode fazer com que o WebRTC vaze seu endereço IP real mesmo se você estiver conectado a uma VPN. Por isso, é importante que os usuários preocupados com a privacidade testem vazamentos de WebRTC antes de navegar online.

Devo desativar o WebRTC em meu navegador?

Depende de como você usa seu dispositivo. O WebRTC pode ser uma ferramenta útil, permitindo que você se comunique com outros colegas através de chamadas de voz e vídeo, publique conteúdo ao vivo nas redes sociais e muito mais.

No entanto, se não usar seu dispositivo para esses tipos de comunicação, desativar o WebRTC pode ajudar a evitar vazamentos de IP desnecessários. Além disso, você pode ativá-lo sempre que precisar: tenha em mente que precisa desativá-lo após o uso para garantir sua proteção.

Como posso evitar vazamentos de WebRTC e endereço IP?

O método mais fácil de evitar vazamentos de endereços IP e WebRTC é usar uma VPN com proteção confiável contra vazamentos.

Uma vez que uma VPN protege seus dados pessoais e sua localização, você pode continuar usando seu navegador com o WebRTC ativado sem limitações. Apenas se certifique de fazer sua VPN passar por um teste de vazamento para garantir que ela realmente esteja mascarando seu endereço IP e evitando vazamentos de WebRTC.

Você também pode desativar o WebRTC manualmente instalando uma extensão de desativação de WebRTC de terceiros ou desativando manualmente o WebRTC nas configurações de seu navegador. Mas desativar o WebRTC pode fazer com que alguns sites e serviços online não funcionem da forma correta.

O agendamento de testes de vazamento é útil para verificar se seu endereço IP real está exposto. Antes de navegar online, você pode fazer um teste de vazamento para garantir que sua conexão esteja segura.

Como posso parar vazamentos de WebRTC e IP no Chrome?

Você vai precisar adicionar uma extensão de desativação do Chrome WebRTC, como o WebRTC Control. Usando essa extensão, você poderá ativar e desativar o WebRTC em seu navegador.

No entanto, você também pode impedir vazamentos de WebRTC no Chrome usando uma boa VPN, que altera seu endereço IP real para um endereço IP virtual, e impede que seu IP original e localização real vazem.

Os vazamentos de WebRTC podem acontecer em dispositivos Android e iOS?

Infelizmente, sim: vazamentos de WebRTC podem acontecer no Android, iOS e qualquer outro dispositivo móvel. O Android e o iOS contam com navegadores que usam WebRTC (Chrome e Safari).

Você não pode desativar o WebRTC em dispositivos Android ou iOS, como em PCs e Macs. No entanto, você pode proteger seu endereço IP real instalando um app de VPN: uma VPN vai substituir seu endereço IP público real por um endereço IP virtual, para que os sites não consigam visualizar nem rastrear seu endereço IP real.