Aviso legal:
Avaliações profissionais

vpnMentor contém avaliações escritas por nossa comunidade de avaliadores, as quais são baseadas na análise independente e profissional dos produtos/serviços por parte de cada avaliador.

• Propriedade

O vpnMentor é de propriedade da Kape Technologies PLC, que detém os seguintes produtos: CyberGhost, ZenMate, Private Internet Access e Intego, os quais podem ser avaliados neste site.

• Comissões de afiliados

Embora o vpnMentor possa receber comissões quando uma aquisição é feita através de nossos links, elas não influenciam o conteúdo das avaliações ou os produtos/serviços avaliados. Fornecemos links diretos para a aquisição de produtos que fazem parte de programas de afiliados.

• Diretrizes de avaliação

As avaliações publicadas no vpnMentor são escritas por especialistas que analisam os produtos de acordo com nossos rígidos padrões de avaliação. Esses padrões garantem que cada avaliação seja baseada no exame independente, profissional e honesto do avaliador, levando-se em consideração as capacidades técnicas e qualidades do produto juntamente com seu valor comercial para os usuários, o que também pode afetar a classificação do produto no site.

8 melhores VPNs para Mac (SEGURAS E RÁPIDAS) em Outubro 2021

Os Macs vêm com recursos básicos de segurança, mas não garantem 100% de proteção online. A melhor VPN para Mac em Portugal e Brasil oferecerá segurança adicional que criptografa seu tráfego para ajudá-lo a permanecer protegido de vazamentos de dados, malware nocivo e ciberataques.

Porém, nem todas as VPNs funcionam bem com macOS. Algumas não têm apps nativos para Mac, por isso, configurá-las pode ser complicado. Outras VPNs que testei até mesmo causaram lentidão no meu Mac a ponto de eu precisar desinstalar o app.

Por isso, com a ajuda da minha equipe, testei 300+ VPNs usando um MacBook Pro (rodando Big Sur) e selecionei estas 8 VPNs testadas e comprovadas que melhoraram a segurança do meu Mac sem causar lentidão.

Minha principal escolha é o ExpressVPN, pois ele oferece recursos de segurança de alto nível e velocidades ultrarrápidas, além de ter sido muito simples de configurar no meu Mac. Você ainda pode testá-lo sem riscos através da garantia de reembolso de 30 dias e pedir seu reembolso, caso não fique totalmente satisfeito.

Experimente o ExpressVPN sem riscos por 30 dias!

Está com pouco tempo? Aqui estão as melhores VPNs para Mac em 2021

  1. ExpressVPN — app de Mac fácil de usar com altas velocidades, kill switch automático (para segurança adicional) e 3.000 servidores globais.
  2. CyberGhost — intuitivo app de Mac que é ótimo para fazer streaming e baixar torrents com segurança, mas não funciona em países restritivos como a China.
  3. Private Internet Access — app de Mac permite customizar recursos de criptografia e segurança como você quiser, além de ser uma ótima VPN para baixar torrents, mas suas velocidades são bem lentas em servidores de longa distância.
  4. PrivateVPN — intuitivo app de MacOS com recursos de segurança robustos, mas disponibiliza uma rede de servidores pequena.
  5. VyprVPN — ótimo para contornar bloqueios de VPN em localizações restritivas com seu Mac, mas pode custar um pouco caro.

E mais 3 VPNs excelentes para Mac.

Experimente o ExpressVPN em seu Mac hoje mesmo!

As melhores VPNs para seu Mac — atualizado em 2021

1. ExpressVPN — protege seu Mac com conexões confiáveis e um app fácil de usar

  • Conexões velozes para fazer streaming e baixar torrents sem problemas em seu Mac
  • Criptografia de nível militar, proteção contra vazamento, rigorosa política antilogs (no-logs policy) e um kill switch automático para manter você seguro e anônimo online
  • Desbloqueia: Netflix, Disney+, HBO Max, Hulu, BBC iPlayer, Vudu, SIC e TVI, RTP – RTP 1, RTV (Regiões TV), RTP Madeira, RTP International, RTP – Memória e muito mais
  • 5 conexões simultâneas de dispositivos
  • Garantia de reembolso de 30 dias
  • Compatível com: Big Sur, Catalina, Mojave, High Sierra, Sierra, El Capitan e Yosemite
  • Também funciona com: iOS, Apple TV, Windows, Android, Linux, roteadores e mais. Como bônus, o ExpressVPN tem um app em português disponível para Mac, Windows, iOS, Android, Chrome e Firefox (o que poucas VPNs podem oferecer).
Oferta mais recente do ExpressVPN Outubro 2021: ganhe 3 meses totalmente grátis em sua assinatura anual com esta oferta! Não sabemos quando ela se encerrará, portanto, é melhor conferir a página de ofertas para ver se ela ainda está disponível.

O ExpressVPN adiciona uma robusta camada extra de segurança e privacidade ao seu Mac. Ele conta com criptografia de nível militar de 256 bits, proteção contra vazamento de IP/DNS (IP/DNS leak protection) e kill switch automático (chamado Network Lock) para manter seu Mac protegido mesmo que a VPN se desconecte repentinamente. O Network Lock não estava habilitado quando instalei e abri o ExpressVPN pela primeira vez, mas foi fácil habilitá-lo nas preferências do app.

O Network Lock não vem automaticamente habilitado quando você abre o ExpressVPN pela primeira vez, portanto, é preciso habilitá-lo por conta própria.

Gostei do fato de que, quando o Network Lock entra em ação, você recebe um aviso para saber que seu Mac está protegido. Em certo momento, meu Mac entrou no modo de suspensão enquanto o ExpressVPN estava conectado. Quando o tirei da suspensão, o Network Lock me avisou que minha internet tinha sido desabilitada até que eu reiniciasse minha conexão VPN, o que levou cerca de 4 segundos.

O ExpressVPN tem uma rigorosa política antilogs (no-logs policy) que já foi testada e comprovada, portanto, nenhum dos seus dados confidenciais é armazenado ou compartilhado. Além disso, ele está sediado nas Ilhas Virgens Britânicas (fora da jurisdição da Aliança 5/9/14 Olhos [5/9/14-Eyes Alliance]), um país que apoia a privacidade e que não possui legislação de armazenamento de dados. Isso significa que nenhum governo ou órgão pode forçar o ExpressVPN a armazenar ou compartilhar nenhuma das suas informações com terceiros.

Ele ainda faz uso da tecnologia Trusted Server (servidores à base de RAM), ou seja, todos os seus dados de navegação e conexão são excluídos assim que você se desconecta do servidor. Portanto, mesmo que o governo exija que o ExpressVPN compartilhe dados de usuários, o provedor não teria nada para compartilhar.

Você pode escolher entre 4 protocolos de segurança no app de Mac: L2TP/IPSec, IKEv2, OpenVPN (UDP e TCP) e seu exclusivo protocolo Lightway. O Lightway foi desenvolvido pelo ExpressVPN e é otimizado para velocidade, segurança e confiabilidade. Ele usa uma biblioteca de criptografia bem-estabelecida (wolfSSL) que já foi profundamente testada e examinada por terceiros com vistas à segurança – portanto, é seguro de usar. Fiquei curiosa para saber o quão mais rápido seria o Lightway em comparação com o OpenVPN, então, comparei minhas velocidades em alguns servidores usando ambos os protocolos.

Com exceção do servidor de Londres (London – UK), obtive velocidades maiores com o Lightway do que com o OpenVPN

Houve algumas inconsistências, mas, em termos gerais, o Lightway superou o OpenVPN em velocidade. As inconsistências podem ser explicadas pelo fato de que o Lightway ainda estava em fase de prévia durante meus testes, por isso, havia menos servidores para escolher. No entanto, meus tempos de conexão com o Lightway ficaram sempre abaixo de 1 segundo — fazendo uso do OpenVPN, precisei esperar 5-10 segundos para me conectar. Embora tenha ficado inicialmente decepcionada por não haver suporte ao WireGuard (pois ele costuma ser o protocolo mais veloz), o Lightway comprovou ser uma ótima alternativa.

Em última análise, as velocidades do ExpressVPN são excelentes. Para meus testes de velocidade, conectei-me usando o recurso de seleção automática, que escolhe o protocolo mais rápido de acordo com sua rede e atividade. Em outros servidores locais, obtive uma velocidade média de 42 Mbps (10% de queda) – e, nos servidores de longa distância, ela foi de 38 Mbps (19% de queda). É normal que uma VPN reduza sua velocidade em cerca de 10-25%, e, como minha velocidade de conexão inicial era alta, essas quedas não foram notáveis.

Seu app nativo para Mac também é muito intuitivo. Leva apenas 1 clique para você se conectar, e a lista de servidores é muito organizada e simples. São 3 categorias organizadas por país: “recomendado”, “recente” e “todos”. Você também pode pesquisar uma localização na barra de busca e salvar seus servidores favoritos, que são exibidos em uma lista na guia “recente”.

O recurso Smart Location indicará um servidor com as maiores velocidades de acordo com sua localização

A guia “recente” reúne todos os seus servidores favoritos e mais recentes em um só lugar, o que torna muito fácil para navegar com rapidez. Também testei o provedor no meu iPhone (pois você pode conectar 5 dispositivos ao mesmo tempo), e o app de iOS é quase igual ao de Mac — muito fácil de usar. No entanto, fiquei bem decepcionada porque não há kill switch no iOS.

Se você se conecta em um país restritivo (como China ou Emirados Árabes Unidos), visualizará uma lisa de servidores na guia “recomendado” que são comprovadamente capazes de contornar bloqueios na internet e tecnologias de bloqueio de VPN. Isso significa que o ExpressVPN funciona em países com forte censura na internet, como China, Turquia e Rússia.

Devido à alta quantidade de servidores (3.000 servidores em 90 localizações), o ExpressVPN também é capaz de contornar facilmente bloqueios geográficos em sites de streaming. Fiquei muito impressionada com a confiabilidade do ExpressVPN em desbloquear alguns dos meus sites favoritos no meu Macbook — acessei 8 bibliotecas da Netflix, incluindo EUA e Reino Unido, além do Hulu, Disney+ e HBO Max, para indicar alguns. Como o ExpressVPN oferece velocidades ultrarrápidas, levou apenas cerca de 5 segundos para cada site carregar, e consegui assistir a séries em qualidade HD sem buffering.

Testei 10 servidores nos EUA, e todos funcionaram com o Hulu, Netflix e Disney+.

Ele funciona até mesmo na Apple TV — seu recurso MediaStreamer permite desbloquear apps como Netflix EUA, HBO Max e Hulu, para que você assista na sua telona usando a Apple TV. Levei apenas alguns minutos para fazer a configuração, bastando ajustar as configurações de DNS na minha Apple TV.

Todos os servidores são compatíveis com P2P, o que também o torna uma ótima opção para baixar torrents. Você não precisa pesquisar um servidor específico para baixar torrents com segurança. Simplesmente abri o Transmission, e meu arquivo de 3 GB foi baixado em 12 minutos. Como o ExpressVPN não limita sua largura de banda, você pode baixar torrents e transmitir quanto conteúdo quiser.

O ExpressVPN também oferece o recurso de tunelamento dividido (split tunneling). Ele permite escolher com quais apps e sites você quer usar a conexão VPN, e quais devem usar sua conexão normal. Entretanto, fiquei bastante decepcionada pelo fato desse recurso não estar disponível nas versões mais recentes do macOS. Contatei o ExpressVPN através do módulo de chat 24/7 em tempo real para perguntar sobre isso, e eles me informaram que o tunelamento dividido não é suportado no macOS 11 (Big Sur). Você só poderá usar esse recurso se a versão do seu Mac for entre a 10.10 e a 10.15.

O ExpressVPN pode custar um pouco caro, mas fiquei feliz de conseguir economizar algum dinheiro e obter 49% de desconto durante meu cadastro. Você sempre pode experimentá-lo sem riscos e pedir seu reembolso em até 30 dias, caso não fique satisfeito. Pedi meu reembolso quando acabei de escrever esta avaliação, e não tive problemas para reaver meu dinheiro — levou apenas 4 dias para o reembolso ser processado.

Obtenha o ExpressVPN para Mac agora!

2. CyberGhost — intuitivo app de Mac otimizado para fazer streaming e baixar e enviar torrents com segurança

  • Boas velocidades de conexão para fazer streaming e navegar sem problemas no seu Mac
  • Criptografia de nível militar, proteção contra vazamento, política antilogs (no-logs policy) e kill switch automático para manter você protegido online
  • Desbloqueia: Netflix, BBC iPlayer, HBO Max, Hulu, Showtime, SIC e TVI, RTV (Regiões TV), RTP Madeira, e muito mais
  • 7 conexões simultâneas de dispositivos
  • Garantia de reembolso de 45 dias
  • Compatível com: Big Sur, Catalina, Mojave, High Sierra e Sierra
  • Também funciona com: iOS, Apple TV, Windows, Android, Linux, roteadores e mais. Os apps do CyberGhost estão disponíveis em português. Isso é ótimo, pois você pode usar esta VPN em seus idiomas favoritos em todos os seus dispositivos.
Oferta de Outubro 2021: o CyberGhost está atualmente oferecendo 83% de desconto em seu plano mais popular! Aproveite esta oferta agora mesmo e economize mais em sua assinatura do CyberGhost.

O app do CyberGhost para Mac é muito fácil de usar, mesmo que você nunca tenha usado uma VPN antes. Levei apenas 2 minutos do download à conexão. Com um só clique, você é automaticamente conectado ao servidor mais veloz e protegido por criptografia de nível militar de 256 bits, proteção contra vazamento de IP/DNS (IP/DNS leak protection) e kill switch automático integrado. Quase não é preciso nenhum esforço para proteger seu Mac por completo com o CyberGhost.

Enquanto a maioria das VPNs organiza seus servidores apenas pela localização, o CyberGhost organza seus 7.190 servidores (em 90 localizações) com base naquilo para o qual você quer utilizá-los, o que o torna uma ótima VPN para iniciantes. Você pode escolher servidores otimizados para download, caso queira baixar e enviar torrents com segurança, ou servidores otimizados para fazer streaming, se pretende assistir a conteúdo bloqueado geograficamente em seu Mac.

Você também pode pesquisar servidores com base na localização em “All servers”

Ele disponibiliza servidores dedicados ao desbloqueio de dezenas de sites de streaming, incluindo Netflix EUA, Disney+, Amazon Prime Video e BBC iPlayer. Quando testei seu servidor otimizado para o Hulu, o site levou 7 segundos para carregar, e consegui assistir a séries em HD sem nenhum buffering.

Little Fires Everywhere carregou em cerca de 7 segundos, e não tive nenhuma lentidão.

Os servidores otimizados para download incluem uma lista com mais de 50 localizações que existem a porcentagem de carga ao lado de cada um deles. Com essa informação, você pode escolher um servidor que não esteja muito sobrecarregado (e que seja suficientemente próximo da sua localização real) para garantir as maiores velocidades para baixar torrents. Escolhi o servidor austríaco durante meus testes e baixei um arquivo de vídeo de 1 GB em 7 minutos — esse é o tempo aproximado que levaria para baixá-lo sem uma VPN, portanto, fiquei muito impressionada.

Como o CyberGhost fica sediado na Romênia, fora da jurisdição das alianças de vigilância, e possui uma rigorosa política antilogs (no-logs policy), suas informações confidenciais permanecem altamente protegidas. Portanto, caso acidentalmente baixe um arquivo protegido por direitos autorais enquanto faz o download de torrents, você não precisará se preocupar em enfrentar problemas.

Você também pode ativar seu próprio endereço IP pessoal dedicado, mas isso custará no mínimo US$ 4,75/mês adicionais (valor exibido quando verifiquei). Vou continuar usando os IPs públicos compartilhados para manter meu anonimato, pois achei esse valor um pouco caro.

Você também conta com alguns recursos avançados de segurança no app do CyberGhost para Mac voltados a melhorar sua privacidade. Primeiro, é possível escolher entre os protocolos de segurança IKEv2 ou WireGuard (infelizmente, o OpenVPN precisa ser configurado manualmente). Também há bloqueadores de anúncios, sites maliciosos e trackers online. Você pode usar a função de redirecionamento HTTPS para impedir que acesse sites não seguros em seu Mac. Por fim, há disponível um recurso de compressão de dados que você pode habilitar para ajudá-lo a se manter dentro dos seus limites de banda larga, caso eles existam.

Você pode conectar até 7 dispositivos ao mesmo tempo com CyberGhost. Configurei-o no meu PC Windows, iPad e iPhone, e achei o app fácil de instalar e usar nas plataformas. Gostei especialmente do fato do CyberGhost incluir um kill switch em seu app de iOS, pois isso é algo que muitas VPNs não oferecem. Você pode até mesmo configurar o CyberGhost na sua Apple TV usando o recurso de SmartDNS otimizado para streaming, que desbloqueia conteúdo de streaming de várias regiões.

A maior desvantagem do CyberGhost é o fato dele não funcionar em países com fortes restrições na internet, como China ou Emirados Árabes Unidos. Portanto, se for viajar para um desses países ou estiver estabelecido neles, você precisará escolher outra VPN da lista.

Também achei seus planos de 1 mês um pouco caros. No entanto, quando me cadastrei, consegui obter 83% de desconto na minha assinatura. Note que você também pode usar a garantia de reembolso para experimentar o CyberGhost gratuitamente por 45 dias, caso opte por um plano de 6 meses ou mais longo. Quando testei o processo de reembolso, recuperar meu dinheiro foi simples. Usei o chat 24/7 em tempo real no site oficial, e o agente sequer me perguntou o motivo do cancelamento. Recebi o dinheiro de volta em 5 dias.

Obtenha o CyberGhost para Mac agora!

3. Private Internet Access — criptografia e recursos de segurança customizáveis para manter seu Mac seguro

  • Altas velocidades para fazer streaming e baixar e enviar torrents em seu Mac
  • Criptografia AES de 256 bits, proteção contra vazamento, política antilogs (no-logs policy) e kill switch automático para proteger seu Mac e manter você anônimo online
  • Desbloqueia: Netflix, Disney+, HBO Max, SIC e TVI, RTP – RTP 1, RTV (Regiões TV), RTP Madeira, RTP International, RTP – Memória e muito mais
  • 10 conexões simultâneas de dispositivos
  • Garantia de reembolso de 30 dias
  • Compatível com : Big Sur, Catalina, Mojave e High Sierra
  • Compatível com: iOS, Windows, Android, Linux, roteadores e mais. A interface está disponível em português.
Atualização de Outubro 2021: o PIA não costuma oferecer muitas promoções ou descontos (seu preço já é muito acessível), mas, neste momento, você pode adquirir uma nova assinatura com incríveis 83% de desconto!

O app do Private Internet Access para Mac inclui um impressionante conjunto de recursos de segurança que você pode customizar como quiser. É possível escolher entre criptografia AES de 128 bits ou AES de 256 bits nas configurações de conexão. Embora a opção de 256 bits seja mais robusta, a alternativa de 128 bits também é segura, mas leva menos tempo para criptografar os dados, oferecendo velocidades maiores. Habilito a opção de 128 bits quando estou fazendo streaming de vídeos (por exemplo), mas uso a criptografia de 256 bits em redes Wi-Fi públicas para garantir que meu Mac esteja totalmente protegido.

Ele também conta com um kill switch customizável. Você pode configurá-lo como “auto” (automático), para que apenas bloqueie o tráfego se a conexão VPN cair. Ou pode configurá-lo como “always” (permanente), que bloqueia o tráfego mesmo que você feche a VPN por conta própria. Portanto, dependendo se se preocupa mais com velocidade e confiabilidade ou com uma segurança robusta, você pode configurar o PIA de acordo com sua atividade online. Adorei o nível de liberdade que obtive ao testar o PIA — e isso é algo que não vi na maioria das outras VPNs de Mac (elas normalmente são uma versão simplificada dos apps de Windows).

Para customizar ainda mais sua conexão VPN no Mac, você pode escolher entre os protocolos OpenVPN e WireGuard, selecionar configurações de porta remota e local, definir endereços DNS customizados e escolher apps específicos para ignorar a conexão VPN (também conhecido como tunelamento dividido [split tunneling]). Apesar de todos os recursos avançados e opções de customização, o app é intuitivo e fácil de usar. Também achei bastante conveniente o fato dele ficar localizado no menu da bandeja superior do meu Mac para acesso rápido.

Fiquei um pouco preocupada porque o PIA tem sua sede nos EUA (dentro da jurisdição da Aliança 5/9/14 Olhos [5/9/14-Eyes Alliance]), mas ele opera sob uma rigorosa política antilogs (no-logs policy) – portanto, é seguro de usar. Sua privacidade também é protegida pelo recurso de proteção contra vazamento de IP/DNS (IP/DNS leak protection) (o PIA foi aprovado em todos os meus testes de vazamento) e pelo PIA Mace — esse recurso bloqueia domínios flagrados por conter anúncios, trackers e malware (infelizmente, ele não bloqueia anúncios em sites seguros, como em vídeos do YouTube).

O PIA apresentou excelente desempenho quando o usei para compartilhar arquivos via P2P no meu Macbook. Todos os seus servidores são otimizados para P2P, e ele oferece proxy SOCKS5 e redirecionamento de portas em alguns servidores para ajudar a otimizar o desempenho. Testei o recurso baixando o mesmo arquivo de 2,5 GB em 5 servidores locais com o redirecionamento de portas habilitado. Fiquei muito impressionada porque, todas as vezes, a transferência levou apenas cerca de 12 minutos para ser concluída. O PIA é uma ótima opção se você usa seu Mac para baixar e enviar torrents com frequência e deseja manter seu anonimato.

Embora não tenha havido quase nenhuma perda de velocidade em servidores locais, os servidores de longa distância foram lentos. Minhas velocidades ficaram em uma média de 8 Mbps nos servidores dos EUA (81% de queda). Ficou muito lento para transmitir em HD — embora eu tenha conseguido acessar a Netflix EUA, Disney+ e HBO Max, a qualidade da imagem ficou pixelada e picotada. Se você precisa usar servidores de longa distância para contornar bloqueios geográficos para fazer streaming (por exemplo), ele não é a melhor opção.

Gostei de obter 83% de desconto na minha assinatura durante o cadastro. Seu preço ficou bem acessível. No entanto, você também pode testar o PIA sem riscos por 30 dias através da garantia de reembolso e pedir seu reembolso, caso não fique satisfeito. Não tive nenhum problema para reaver meu dinheiro ao testar a garantia. Informei ao suporte no chat em tempo real por que o provedor não me atendeu, e recebi o dinheiro de volta após 5 dias.

Obtenha o PIA para Mac agora!

4. PrivateVPN — app simples para macOS com grande foco na proteção da sua privacidade online

  • Boas velocidades para navegar e baixar e enviar torrents em seu Mac
  • Criptografia de nível militar, proteção contra vazamento, política antilogs (no-logs policy) e kill switch automático para manter suas atividades online privadas
  • Desbloqueia: Netflix, Hulu, BBC iPlayer, RTP Madeira, RTP – RTP 1, RTP International, RTP – Memória e mais
  • 6 conexões simultâneas de dispositivos
  • Garantia de reembolso de 30 dias
  • Compatível com: Big Sur, Catalina, Mojave, High Sierra, Sierra e El Capitan
  • Também funciona com: iOS, Windows, Android, Linux, roteadores e mais. Infelizmente, o PrivateVPN não oferece apps em português para os usuários no momento. Se você deseja uma VPN com suporte ao idioma português, experimente o ExpressVPN. Ele disponibiliza apps em português para dispositivos Mac, Windows, iOS, Android, Chrome e Firefox.

O PrivateVPN é uma ótima opção se você deseja manter seu Mac seguro e preservar sua privacidade com 1 clique. Levei apenas 20 segundos para baixar, instalar e conectá-lo. Após conectado, você estará protegido por uma criptografia de nível militar de 256 bits que usa perfect forward secrecy, proteção contra vazamento de IP/DNS (IP/DNS leak protection) e um kill switch automático que já vem habilitado. Geralmente, é preciso acessar as configurações do app para habilitar o kill switch por conta própria, portanto, tudo já estará configurado para você na primeira vez em que abrir o app.

O protocolo de segurança padrão para Mac é o OpenVPN, conhecido por ser um dos mais seguros da indústria. No entanto, você também pode escolher entre UDP e TCP, e ainda há uma opção para conexões L2TP. As criptografias AES de 256 bits e AES de 128 bits estão disponíveis, caso você queira customizar ainda mais sua conexão.

O PrivateVPN também opera sob uma rigorosa política antilogs (no-logs policy) e oferece o recurso Stealth Mode, portanto, ele também funciona em países restritivos como China e Irã. Porém, o Stealth Mode também pode ajudá-lo a contornar firewalls em vigor na sua rede de trabalho ou escolar (no caso deles bloquearem sites de mídias sociais como Facebook, por exemplo). Testei o Stealth Mode na rede Wi-Fi pública de uma cafeteria que não me permitia carregar a Netflix. Após habilitá-lo, o site carregou sem problemas.

A desvantagem do PrivateVPN é sua rede de servidores bastante reduzida, com 100 servidores em 60 localizações. Fiquei preocupada com o fato disso proporcionar velocidades lentas, mas acabei impressionada ao manter uma velocidade média de 30 Mbps em servidores locais. Como todos os servidores são compatíveis com P2P, a rede é ótima para baixar torrents com segurança e altas velocidades (baixei um arquivo de 2,5 GB em 10 minutos). Você também pode configurar o redirecionamento de portas para melhorar ainda mais seu desempenho ao baixar e enviar torrents.

Apesar disso, obtive quedas de velocidade bastante significativas ao usar alguns dos servidores de longa distância do PrivateVPN. Minha velocidade média foi de apenas 7 Mbps ao testar 5 localizações nos EUA. Embora tenha ficado satisfeita por conseguir desbloquear a Netflix EUA, Hulu e Hotstar, minhas velocidades ficaram muitas lentas para assistir em HD sem buffering. Por isso, se você precisa de servidores localizados distantes da sua localização atual para fazer streaming, espere enfrentar longos tempos de carregamento e lag.

O suporte do PrivateVPN não foi dos melhores. Seu suporte 24/7 via chat em tempo real nem sempre estava disponível, mas, quando consegui falar com um agente, ele foi amigável e detalhista ao responder às minhas perguntas. Você também pode experimentar o suporte por e-mail, mas sequer recebi uma resposta às minhas dúvidas encaminhadas.

Quando fiz meu cadastro para experimentá-lo, havia uma promoção que me permitiu obter 75% de desconto na minha assinatura, o que o tornou bastante acessível. Se não estiver convencido, você sempre pode testá-lo gratuitamente por 30 dias através da garantia de reembolso. Felizmente, havia um agente disponível no chat em tempo real quando quis pedir meu reembolso, e não tive nenhum problema. Recebi o dinheiro de volta 5 dias mais tarde.

Obtenha o PrivateVPN para Mac agora!

5. VyprVPN — exclusivo protocolo de segurança ajuda seu Mac a contornar bloqueios de VPN

  • Velocidades decentes para fazer streaming e compartilhar arquivos via P2P em seu Mac
  • Criptografia de nível militar, proteção contra vazamento, política antilogs (no-logs policy) e kill switch automático para manter seu Mac seguro online
  • Desbloqueia: Netflix, Disney+, BBC iPlayer, SIC e TVI, RTP – RTP 1, RTV (Regiões TV), RTP Madeira, RTP International, RTP – Memória e mais
  • 30 conexões simultâneas de dispositivos
  • Garantia de reembolso de 30 dias
  • Compatível com: Big Sur, Catalina, Mojave, High Sierra e Sierra
  • Também funciona com: iOS, Windows, Android, Linux, roteadores e mais. Interface disponível em português.

O protocolo Chameleon do VyprVPN facilita para acessar sites bloqueados e censurados sem ninguém saber. Ele faz isso ao dar a impressão de que seu tráfego VPN se trata de tráfego comum não criptografado, o que permite contornar qualquer software de detecção de VPN em qualquer lugar onde você estiver. Por esse motivo, você pode usar o VyprVPN em países restritivos como a China.

O Chameleon também é bom para contornar firewalls em redes monitoradas. Caso seu escritório bloqueie o Snapchat ou o Facebook (por exemplo), usar o Chameleon ajudará você a acessar esses sites. Para garantir que ele funciona, fui até minha biblioteca local e consegui baixar arquivos em sites de torrents — estes costumam ser bloqueados pela rede, portanto, fiquei impressionada com o fato do Chameleon garantir meu acesso.

O VyprVPN também vem com todos os recurso padrão de segurança e privacidade que você espera em uma boa VPN para Mac. Ele conta com criptografia de 256 bits, uma rigorosa política antilogs (no-logs policy), proteção contra vazamento de IP/DNS (IP/DNS leak protection) e um kill switch automático que impede que seu IP real seja exposto, caso a VPN se desconecte por qualquer motivo. Quando fiz testes de vazamento em 7 servidores do VyprVPN, nenhum vazamento de IP ou DNS foi detectado – portanto, seu Mac estará bem protegido.

Além disso, você pode escolher entre os protocolos padrão IKEv2, OpenVPN e WireGuard. Gostei de ver que o WireGuard é suportado, pois ele geralmente não está disponível para Mac. E também é uma enorme vantagem o fato do OpenVPN receber suporte, pois não é preciso configurar nada manualmente para fazer uso dos melhores protocolos de segurança.

Há ainda uma firewall NAT integrado aos servidores — ele impede que sua conexão wireless sofra varreduras não solicitadas que podem deixá-lo vulnerável a malware ou roubo de dados (a partir de hackers ou bots, por exemplo). Embora esse recurso seja principalmente útil para dispositivos móveis que não possuam firewall integrado, ele também adiciona uma camada extra de proteção ao seu desktop Mac. Caso não queira usá-lo, você pode desativá-lo nas configurações.

O VyprVPN também garantiu altas velocidades, principalmente com seu protocolo Chameleon. Fiz testes em 10 de seus 700 servidores e obtive uma velocidade média de 20 Mbps, suficientemente rápida para transmitir em HD sem buffering (e baixar torrents rapidamente). Você também pode desbloquear diversos sites de streaming em seu Mac, incluindo Netflix EUA/Reino Unido, Disney+ e BBC iPlayer.

Infelizmente, as assinaturas do VyprVPN custam mais caro — mas você pode usar a promoção mais recente para obtê-lo por apenas $1,81/mês. Caso não queira se comprometer, você também pode testá-lo gratuitamente através da garantia de reembolso de 30 dias. Acionei a garantia para usá-la nesta avaliação — pedi meu reembolso dentro do período de garantia e recebi o dinheiro de volta 7 dias mais tarde.

Obtenha o VyprVPN para Mac agora!

6. IPVanish — conexões ilimitadas para proteger todos os seus dispositivos Apple

  • Boas velocidades para navegar e baixar e enviar torrents, mas muito lento para fazer streaming em seu Mac
  • Criptografia de nível militar, proteção contra vazamento, política antilogs (no-logs policy) e kill switch automático para manter seus dados privados
  • Desbloqueia: Netflix, HBO Max, Disney+, RTP Madeira, RTP – RTP 1, RTP International, RTP – Memória e mais
  • Conexões simultâneas ilimitadas de dispositivos
  • Garantia de reembolso de 30 dias
  • Compatível com: Big Sur, Catalina, Mojave, High Sierra, Sierra e El Capitan
  • Também funciona com: iOS, Windows, Android, Linux, roteadores e mais. Interface disponível em espanhol.
Oferta do IPVanish de Outubro 2021: é difícil encontrar ofertas ativas do IPVanish, portanto, fiquei bastante surpreso por encontrar esta! Clique aqui para obter 71% de desconto em sua assinatura do IPVanish hoje! O desconto é aplicado automaticamente (não é necessário inserir código).

O IPVanish oferece conexões simultâneas ilimitadas, o que permite proteger todos os seus dispositivos Apple (e de outras marcas). Ele oferece todos os recursos padrão de segurança e privacidade, incluindo criptografia de 256 bits, proteção contra vazamento e kill switch automático – portanto, todos os seus dispositivos ficarão bem protegidos (no entanto, o app de iOS não inclui kill switch). Você ainda pode escolher entre vários protocolos de segurança, incluindo IPSec, IKEv2 e OpenVPN.

É possível customizar a forma de conexão do OpenVPN e do IKEv2. Por exemplo, você pode adicionar um recurso de “scrambling” (também conhecido como ofuscação) ao usar o OpenVPN. Ele faz sua conexão VPN parecer como uma conexão comum à internet. Se você estiver viajando ou vive em um país que proíbe VPNs (como China, Rússia e Turquia), esse recurso ajudará a contornar bloqueios de VPN.

Infelizmente, ele causou muita lentidão à minha conexão — quando tentei usá-lo para contornar firewalls de rede durante meus testes, enfrentei tempos de carregamento realmente longos.

O app também é intuitivo e fácil de usar. Você pode usar o recurso Quick Connect (conexão rápida) para se conectar ao melhor servidor com base em sua rede e localização. Caso queira selecionar um servidor manualmente, você pode visualizar os 1.900 servidores (em 70 localizações) na forma de lista ou mapa — ou pode filtrá-los por região ou latência. Sempre acho um bônus poder conferir os dados de carga e ping dos servidores, pois eles ajudam a escolher a melhor conexão possível.

O IPVanish ainda oferece compatibilidade com TOR e proxy SOCKS5, o que ajudará a melhorar seu desempenho se você baixa e envia muitos torrents com seu Mac. Foi um pouco difícil fazer a configuração — tive que configurar manualmente os dados do proxy nas preferências do qBittorrent. No entanto, usei um guia de configuração disponível no site do IPVanish, e foi fácil segui-lo. Após configurar, baixei um arquivo de 2,5 GB em apenas 9 minutos — isso é muito rápido. O IPVanish está sediado nos EUA (dentro da jurisdição da Aliança 5/9/14 Olhos [5/9/14-Eyes Alliance]), mas conta com uma rigorosa política antilogs (no-logs policy), portanto, você poderá baixar torrents de forma anônima e segura.

Todos os servidores também são compatíveis com compartilhamento via P2P, mas obtive velocidades muito baixas quando os usei para baixar torrents e fazer streaming. Testei 5 de seus servidores, e minha velocidade média foi de 6 Mbps. Embora os servidores dos EUA tenham desbloqueado a Netflix e o HBO Max no meu Macbook, obtive velocidades lentas – portanto, você não poderá assistir em HD sem buffering.

Gostei de ter conseguido obter 71% de desconto na minha assinatura durante o cadastro. Porém, você também pode testar o IPVanish gratuitamente por 30 dias através da garantia de reembolso. Contatei o suporte via chat em tempo real quando concluí esta avaliação e tive meu reembolso aprovado. Recebi o dinheiro de volta 5 dias depois.

Obtenha o IPVanish para Mac agora!

7. SaferVPN — proteção automática durante o uso do seu Mac em redes Wi-Fi públicas

  • Suficientemente rápido apenas para navegar na web em seu Mac
  • Criptografia AES de 256 bits e kill switch automático para manter seus dados seguros
  • Desbloqueia: Netflix EUA, Disney+, BBC iPlayer, SIC e TVI, RTP – RTP 1, RTV (Regiões TV), RTP Madeira, RTP International, RTP – Memória e mais
  • 12 conexões simultâneas de dispositivos
  • Garantia de reembolso de 30 dias
  • Compatível com: Big Sur, Catalina, Mojave, High Sierra, Sierra, El Capitan e Yosemite
  • Também funciona com: iOS, Windows, Android, Linux, roteadores e mais

O SaferVPN inclui uma proteção Wi-Fi automática que é habilitada assim que você conecta seu Mac a uma rede pública. Se estiver prestes a se conectar a uma rede Wi-Fi desconhecida, o SaferVPN a detecta e avisa você com um lembrete para conectar sua VPN, caso ainda não tenha feito. Achei esse recurso bastante útil, pois ocasionalmente uso redes Wi-Fi públicas para trabalhar e esqueço de ligar minha VPN. Também o testei em meu iPhone e achei muito prático porque trocamos de redes com muita frequência — e você jamais precisará se preocupar em expor seus dados privados acidentalmente.

Ele mantém seu Mac protegido por meio de recursos de segurança robustos, incluindo criptografia de nível militar, proteção contra vazamento de IP/DNS (IP/DNS leak protection), política antilogs (no-logs policy) e kill switch automático (tive que habilitá-lo por conta próprias nas configurações, entretanto). Você também pode escolher entre vários protocolos de segurança, incluindo OpenVPN. Não é preciso configurar nada manualmente para usar os melhores protocolos (L2TP e IKEv2 também são suportados).

O SaferVPN disponibiliza 950 servidores em 35 localizações, ou seja, sua rede não é das maiores. Obtive velocidades decentes em servidores locais. Quando usei o recurso Automatic Location (localização automática), fui conectado a um servidor na Holanda e obtive uma velocidade média de 20 Mbps, suficientemente rápida para a maioria das atividades online. Apesar disso, enfrentei grandes lentidões nos servidores de longa distância. Embora você consiga acessar a Netflix EUA e o Disney+, suas velocidades serão muito lentas para assistir em HD.

Além disso, apenas alguns servidores são compatíveis com P2P — Canadá, Holanda e Espanha. Por sorte, moro próximo à Holanda, então, obtive boas velocidades quando usei esse servidor para baixar arquivos de torrent. No entanto, caso queira baixar e enviar torrents em seu Mac e esteja localizado distante dos servidores P2P do SaferVPN, você provavelmente obterá velocidades muito lentas devido à distância.

O SaferVPN estava fazendo uma oferta quando me cadastrei, por isso, consegui adquiri-lo com 100% de desconto, o que foi ótimo. Porém, ele também oferece uma garantia de reembolso de 30 dias, o que permite experimentar o SaferVPN sem riscos e pedir seu reembolso, caso você não fique satisfeito com o serviço. Ele oferece um ótimo suporte e chat 24/7 em tempo real — pedi meu reembolso após concluir esta avaliação, e eles aprovaram sem problemas. Recebi o dinheiro de volta em 6 dias úteis.

Obtenha o SaferVPN para Mac agora!

8. ZenMate — configuração rápida permite proteger seu Mac imediatamente

  • Boas velocidades para fazer streaming e navegar com seu Mac
  • Criptografia de nível militar, kill switch automático e proteção contra vazamento para proteger sua privacidade
  • Desbloqueia: Netflix, Disney+, Hulu, RTP Madeira, RTP – RTP 1, RTP International, RTP – Memória e mais
  • Conexões simultâneas ilimitadas de dispositivos
  • Garantia de reembolso de 30 dias
  • Compatível com: Big Sur, Catalina, Mojave, High Sierra e Sierra
  • Também funciona com: iOS, Apple TV, Windows, Android, Linux, roteadores e mais. A interface está disponível em espanhol.

O app do ZenMate para macOS é leve, e o processo de instalação é rápido — levei apenas 3 minutos para baixar, instalar e me conectar após fazer o cadastro. A lista de servidores (ele conta com 4.100 servidores em 80 localizações) é organizada em 3 categorias — All (todos), for downloading (para baixar arquivos) e for streaming (para fazer streaming). Portanto, encontrar um servidor que atenda às suas necessidades é muito fácil.

Os servidores otimizados para streaming funcionaram muito bem quando os testei — consegui desbloquear várias bibliotecas da Netflix (incluindo EUA e Reino Unido), Hulu, Disney+ e BBC iPlayer. Obtive boas velocidades para fazer streaming em HD, mas apenas nos servidores locais. Com uma velocidade média de 19 Mbps no servidor de Londres, consegui assistir à Netflix Reino Unido sem lag. No entanto, minhas velocidades diminuíram nos servidores de longa distância – e tive um pouco de buffering enquanto assistia à Netflix EUA.

Há apenas alguns servidores otimizados para P2P, e todos eles estão localizados na Europa. Isso foi conveniente para mim, pois vivo na Bélgica, portanto, obtive velocidades decentes quando os testei. Porém, como obtive velocidades muito menores em longas distâncias, esses servidores provavelmente serão muito lentos, caso você esteja localizado distante da Europa.

O Zenmate não inclui nenhum recurso avançado de segurança em seu app de Mac, mas vem com todas as funcionalidades padrão: criptografia de 256 bits, kill switch e proteção contra vazamento. Ele também opera sob uma rigorosa política antilogs (no-logs policy), mantendo todos os seus dados privados seguros contra espiões. Infelizmente, o app de Mac não oferece suporte ao OpenVPN — ele roda exclusivamente com IKEv2, o qual também é seguro de usar, mas não tão rápido.

O site do Zenmate promovia uma versão de avaliação grátis de 7 dias, mas, depois que fiz meu cadastro, essa opção deixou de estar disponível – por isso, fiquei feliz de, pelo menos, obter 80% de desconto na minha assinatura (apesar da minha decepção). No entanto, você também pode testar o Zenmate gratuitamente por 30 dias através da garantia de reembolso e obter seu reembolso completo se não ficar satisfeito. Não há chat 24/7 em tempo real disponível, então, precisei enviar meu pedido através do formulário de contato por e-mail. Obtive uma resposta em 24 horas e recebi o dinheiro de volta 10 dias mais tarde.

Observação: o Zenmate não funciona na China e na Turquia. Por isso, se você for viajar para um desses países, deverá escolher outra VPN da lista.

    Obtenha o ZenMate para Mac agora!

Tabela comparativa rápida: melhores VPNs de Mac

Menor preço Compatibilidade com Mac Suporte para OpenVPN? Kill switch? Política antilogs? Permite baixar e enviar torrents? Streaming veloz em HD? Interface em português?
ExpressVPN $6,67/mês OS X 10.10 Yosemite ou posterior Sim
CyberGhost $2,25/mês macOS 10.12 Sierra ou posterior ✔(via configuração manual) Sim
PIA $2,08/mês macOS 10.13 High Sierra ou posterior Sim
PrivateVPN $2,50/mês OS X 10.11 El Capitan ou posterior Não
VyprVPN $1,81/mês macOS 10.12 Sierra ou posterior Sim
IPVanish $3,20/mês OS X 10.11 El Capitan ou posterior
SaferVPN $2,13/mês OS X 10.10 Yosemite ou posterior
ZenMate $2,22/mês macOS 10.12 Sierra ou posterior

Experimente o ExpressVPN em seu Mac hoje!

Dicas para escolher a melhor VPN para macOS

Usei os seguintes critérios para ranquear as melhores VPNs para Mac nesta lista. Estes são os aspectos mais importantes que você deve buscar ao escolher a melhor VPN para Mac para Portugal e Brasil:

  • Apps nativos para macOS — procure por VPNs que ofereçam apps dedicados para Mac. Eles são mais fáceis de instalar e usar (bastam poucos cliques), para que você não perca tempo com configurações complexas.
  • Compatível com as últimas versões de Mac — escolha um provedor de VPN que atualize regularmente seu software para acompanhar as atualizações do macOS. Dessa forma, você não ficará desprotegido com um app de VPN antigo e ultrapassado.
  • Recursos de segurança robustos — para adicionar uma camada de segurança eficaz ao seu Mac, você precisa de uma VPN que ofereça (no mínimo) criptografia de 256 bits, uma rigorosa política antilogs (no-logs policy), proteção contra vazamento e kill switch automático. Muitas das VPNs desta lista oferecem ainda mais recursos de segurança, como bloqueadores de anúncios/malware e suporte a OpenVPN.
  • Redes de servidores confiáveis — quanto mais servidores uma VPN oferece, mais rápida ela costuma ser. Quanto mais localizações de servidores disponíveis, mais conteúdo restrito geograficamente você poderá acessar. A maior parte das VPNs desta lista disponibiliza grandes redes de servidores globais, portanto, elas são ótimas para desbloquear sites de streaming (como Netflix e Hulu) e oferecem velocidades mais do que suficientes para assistir em HD.
  • Conexões simultâneas de dispositivos — todas as VPNs desta lista oferecem no mínimo 5 conexões de dispositivos, o que permite conectar seu iPhone, iPad e outros aparelhos com uma única assinatura. Algumas até mesmo oferecem conexões ilimitadas, permitindo manter toda a sua família protegida online.

Experimente o ExpressVPN sem riscos por 30 dias!

Guia rápido: como configurar uma VPN para Mac em 3 passos simples

  1. Obtenha uma VPN confiável para Mac. Recomendo o ExpressVPN porque seu app de Mac é fácil de usar e oferece velocidades ultrarrápidas para todas as suas atividades online (e você pode experimentá-lo gratuitamente por 30 dias).
  2. Conecte-se a um servidor. Escolha um servidor próximo à sua localização real para obter as maiores velocidades.
  3. Comece a navegar em seu Mac de forma livre e segura! Agora, você poderá assistir a séries bloqueadas geograficamente e baixar e enviar torrents com segurança por meio de uma conexão segura e privada!

Como configurar manualmente uma VPN em seu Mac

Você poderá precisar passar por alguns passos adicionais para configurar uma VPN se:

  1. Seu dispositivo impede você de baixar apps de VPN (ex.: caso seu notebook do trabalho contenha permissões restritas que não permitem baixar novos apps). Você deverá decidir qual protocolo de VPN quer usar antes de configurá-lo.
  2. Você deseja usar um protocolo de segurança que não é suportado pelo seu dispositivo.

Estes são os diferentes protocolos que você pode configurar em seu Mac usando os passos abaixo:

  • OpenVPN — este é o protocolo mais seguro e que oferece as maiores velocidades (recomendo-o fortemente para usuários de Mac). A forma mais rápida de usar o OpenVPN no Mac é baixar uma VPN (como o ExpressVPN) que inclua suporte integrado ao protocolo e que não exija nenhuma configuração manual. Caso sua VPN escolhida não ofereça suporte a OpenVPN, você ainda poderá configurá-lo manualmente (com os clientes Tunnelblick/Viscosity) usando os passos abaixo.
  • IKEv2 — este é um protocolo leve e seguro conhecido por suas altas velocidades (ideal para seus dispositivos móveis). Ele é mais lento que o OpenVPN e, por estar disponível apenas via UDP, é bloqueado por alguns firewalls. Há algumas poucas VPNs que permitem configurar o IKEv2 manualmente em seu Mac – portanto, suas opções são limitadas.
  • L2TP/IPSec — este é um protocolo menos seguro (e mais lento) quando comparado ao OpenVPN e ao IKEv2. Ele usa UDP, por isso, você poderá ser bloqueado por alguns firewalls. De toda forma, ele oferece mais segurança que o PPTP, mas ainda assim não o recomendo, a menos que você não tenha outra opção de protocolo.

OpenVPN com Tunnelblick

O Tunnelblick é um cliente grátis e de código aberto projetado especificamente para usar o OpenVPN no macOS.

  1. Baixe o Tunnelblick. Em seguida, instale-o assim como faria com qualquer outro app em seu Mac.
  2. Baixe o(s) arquivo(s) de configuração.ovpn. Eles normalmente podem ser baixados no site do seu provedor de VPN ou podem ser encontrados nos dados de login da sua conta. Cada arquivo representa um servidor, portanto, baixe alguns deles se quiser contar com uma variedade de localizações de servidores.
  3. Adicione os arquivos de configuração. Abra o menu do Tunnelblick e selecione “VPN Details”. Em “Configurations”, arraste o solte o(s) arquivo(s).ovpn que você acabou de baixar.

    Quando usei o Tunnelblick, sequer precisei clicar em “Connect” — imediatamente foi exibida uma janela pop-up pedindo os dados de login da minha VPN

  4. Conecte-se a um servidor. Selecione o arquivo.ovpn do servidor ao qual deseja se conectar e clique em “connect”. Você talvez precise inserir os dados de login do seu provedor de VPN. Eles normalmente são encontrados nas informações da conta.
  5. Navegue na web com segurança em seu Mac! Você agora está protegido online usando o protocolo de segurança OpenVPN.

Você agora está conectado ao OpenVPN por meio do Tunnelblick

OpenVPN com Viscosity

O Viscosity é um cliente OpenVPN pago. Ele tem um preço fixo de US$ 14, mas também oferece uma versão de avaliação grátis de 30 dias.

  1. Baixe o Viscosity. Instale-o assim como faria com qualquer outro app de Mac.
  2. Baixe o arquivo de configuração.ovpn. Eles podem ser baixados no site da sua VPN ou encontrados nos dados de login da sua conta. Você deverá baixar um arquivo para cada servidor ao qual deseja se conectar.
  3. Configure a conexão do servidor. Abra o Viscosity e, no menu de configurações, acesse “Preferences”. Em seguida, selecione Connections > + > Import Connection. Selecione “From File” e escolha o arquivo.ovpn que acabou de baixar.
  4. Crie um nome de usuário e senha. A configuração da conexão será concluída.
  5. Localize sua conexão VPN. Verifique no menu do Viscosity. Se você vir a conexão que acabou de configurar, isso significa que está conectado e pronto!

IKEv2

Você pode configurá-lo nas configurações de rede do seu Mac, e não é preciso baixar nenhum app externo.

  1. Abra as configurações de rede. Acesse Preferências do sistema > Rede.
  2. Crie a conexão IKEv2. Clique no pequeno símbolo “+” abaixo da sua lista de conexões. Ao lado de “Interface”, selecione “VPN”. Ao lado de “Tipo de VPN”, escolha IKEv2. Em seguida, você poderá nomear sua conexão e clicar em “Criar”.

    Certifique-se de possuir os dados de autenticação do seu provedor de VPN em mãos

  3. Acesse as configurações de autenticação. Aqui, você deverá localizar as informações de autenticação fornecidas pelo seu provedor de VPN. Geralmente, elas ficam na seção do painel após você fazer login em sua conta pelo seu navegador.
  4. Clique em “Conectar”. Você agora está conectado ao túnel VPN IKEv2 do seu provedor de VPN!

L2TP/IPSec

Você pode configurá-lo nas configurações de rede do seu Mac sem baixar nenhum app externo.

  1. Abra as configurações de rede. Acesse Preferências do sistema > Rede.
  2. Crie a conexão L2TP/IPSec. Clique no sinal “+” — ele fica localizado na parte inferior da lista de conexões à esquerda. Ao lado de “Interface”, selecione “VPN” e escolha “L2TP over IPSec” como seu tipo de VPN. Você terá a opção de criar um nome de conta para que seja mais fácil localizar a conexão certa da próxima vez.
  3. Acesse as configurações de autenticação. Aqui, você deve preencher os dados de autenticação fornecidos pelo seu provedor de VPN — eles normalmente ficam localizados em seu painel quando você faz login pelo navegador.

    Selecione sua nova conexão e insira os dados da sua VPN

  4. Clique em “Conectar”. Pronto! Sua conexão L2TP está configurada em seu Mac.

Experimente o ExpressVPN em seu Mac hoje!

FAQs sobre VPNs para Mac

Qual VPN para Mac é ideal para a Netflix?

O ExpressVPN é a melhor VPN para Mac para a Netflix. Você pode acessar 14+ bibliotecas diferentes da Netflix com o ExpressVPN, incluindo EUA, Reino Unido, Canadá e Japão.

Ele também oferece velocidades ultrarrápidas para fazer streaming em HD e Ultra HD, além de uma ampla rede de servidores altamente confiáveis. Sempre desbloqueei várias bibliotecas da Netflix com o primeiro servidor que escolhi todas as vezes, e nunca recebi mensagens de erro. Como ele possui apps nativos para iPhone e iPad, você pode desbloquear a Netflix em todos os seus dispositivos Apple facilmente.

O ExpressVPN também vem com o recurso MediaStreamer (também conhecido como SmartDNS), que permite desbloquear a Netflix EUA e outros apps de streaming bloqueados nos EUA em sua Apple TV (ou em qualquer dispositivo de streaming que não ofereça suporte a apps de VPN) em Portugal e Brasil ou onde você estiver. Basta apenas ajustar as configurações de rede da sua Apple TV (é muito fácil).

Há alguma extensão de VPN para o Safari?

Não há extensões de VPNs para o Safari. No entanto, fazer uso de um app de VPN manterá todo o seu Mac protegido, incluindo tudo o que você fizer no Safari. Além disso, algumas VPNs (como o ExpressVPN) podem ser controladas a partir da barra de menu superior suspensa em seu Mac — ela é tão conveniente quanto uma extensão de Safari e mantém todo o seu dispositivo protegido (e não apenas suas atividades online dentro do navegador Safari).

A Apple parou de oferecer suporte a muitos add-ons externos do Safari após o lançamento do Safari 12 (em 2018), e começou a cobrar uma taxa a todos que quisessem manter os seus na galeria. Esse é o motivo pelo qual você não encontrará uma extensão de VPN para o Safari.

Quais VPNs funcionam com o macOS Big Sur?

Toda VPN de sistema para Mac funciona com o Big Sur. Houve alguma confusão quando o Big Sur foi lançado: alguns afirmavam que ele permitia que alguns apps da Apple contornassem conexões VPN — isso não é verdade. Contanto que você esteja rodando uma VPN de sistema como aquelas que recomendei nesta lista, ela manterá protegido todo o seu Mac rodando Big Sur.

Uma VPN pode ajudar a aumentar minhas velocidades no Mac?

Geralmente, não. Uma VPN normalmente reduzirá um pouco sua velocidade de conexão no Mac, pois leva tempo para criptografar seu tráfego de modo a mantê-lo protegido. No entanto, uma boa VPN com altas velocidades não causará lentidão às suas velocidades no Mac de nenhuma forma perceptível.

Se você está obtendo baixas velocidades com sua VPN para Mac, a melhor forma de contornar isso é conectar-se a um servidor próximo à sua localização real. Você também pode selecionar um servidor com baixa capacidade ou carga (quanto menos pessoas conectadas a um servidor, mais rápido ele será).

Posso usar uma VPN grátis no meu Mac?

Tecnicamente, sim, mas não recomendo. A maioria das VPNs grátis contém custos ocultos, como uma grande quantidade de anúncios, limites de serviço, políticas de privacidade pouco confiáveis e até mesmo malware. Todas as VPNs grátis que usei no meu Mac reduzem tanto suas velocidades que você não poderá fazer nada além de navegar na web. Elas também limitam seus dados a cerca de 1-5 GB por mês (1-3 horas de streaming em HD) e raramente conseguem desbloquear sites populares de streaming. Até mesmo vi algumas VPNs grátis para Mac que não eram seguras de usar:

  • O UFO VPN foi flagrado armazenando dados confidenciais que poderiam ser usados para rastrear seus usuários, embora sua política de privacidade afirme o contrário.
  • A política de privacidade do Unlocator afirma que a VPN armazena suas informações por um período limitado e que elas podem ser usadas para identificar você.
  • O Hola VPN armazena e compartilha informações identificáveis. Ele até mesmo admite compartilhá-las com terceiros, como se isso não depusesse contra o propósito de usar uma VPN.
  • O Opera VPN armazena suas atividades de navegação e as comercializa com anunciantes. Ele também está disponível apenas como navegador, portanto, não protege seu Mac por completo.
  • O Betternet VPN mantém logs anônimos. A política de privacidade desse provedor não é direta, e, embora os logs armazenados não possam ser associados a você, é melhor usar uma VPN que possua uma rigorosa política antilogs (no-logs policy) para proteger sua privacidade.

Todas as VPNs desta lista são seguras para usar e incluem garantias de reembolso que permitem testá-las sem riscos por um período limitado.

Posso usar uma VPN para Mac em outros dispositivos iOS?

Sim! O macOS e o iOS são 2 sistemas operacionais diferentes. Selecionei apenas VPNs que oferecem apps nativos para macOS e iOS, o que permite usá-las em todos os seus dispositivos Apple (incluindo iPhone e iPad). Elas também permitem no mínimo 5 conexões simultâneas de dispositivos, portanto, você pode baixar o app em todos os seus dispositivos Apple (e de outras marcas) com uma única assinatura. Algumas até mesmo oferecem maneiras de ser configuradas para desbloquear conteúdo de streaming em sua Apple TV.

As VPNs para Mac funcionam na China?

Sim, mas nem todas. O ExpressVPN é a melhor VPN para Mac para usar na China. Ele inclui recursos de segurança integrados ao seu app que foram projetados para contornar o “Grande Firewall da China”. E também funciona em muitos outros países onde há fortes restrições na internet (como Turquia, Emirados Árabes Unidos e Rússia).

A China está sempre aprimorando suas tecnologias de bloqueio de VPN para censurar aquilo que você pode ver online. Caso esteja em busca de uma VPN para Mac que funcione em alguma região restritiva, você precisa de uma opção que ofereça servidores ofuscados (às vezes chamado de stealth mode, ou modo furtivo) para fazer sua conexão VPN parecer como tráfego comum na internet e, dessa forma, não ser bloqueada. Se você for viajar para a China, certifique-se de baixar a VPN antes de ingressar, caso o site dela esteja bloqueado no país.

O MacOS é bastante seguro: por que devo obter uma VPN para Mac?

Existem alguns motivos pelos quais usar uma VPN em seu Mac é benéfico. As VPNs desta lista melhorarão a segurança do seu Mac (sem causar lentidão) porque:

  1. Mantêm suas atividades online anônimas. Uma VPN criptografa seu tráfego e oculta seu endereço IP. Isso significa que nenhum terceiro (incluindo governos, provedores de internet e hackers) poderá ver seus dados pessoais ou o que você está fazendo online. Você também permanecerá protegido em redes Wi-Fi pouco seguras onde pessoas usando a mesma rede podem visualizar informações confidenciais sobre você.
  2. Permitem assistir a conteúdo bloqueado geograficamente. Ao alterar seu endereço IP, uma VPN faz sites e plataformas de streaming (como Netflix ou Hulu) pensarem que você está localizado em outro lugar. Isso lhe permite acessar conteúdo que normalmente está indisponível na sua região.
  3. Contornam a censura na internet. Muitas VPNs contam com uma tecnologia especial (chamada de ofuscação) que contorna tecnologias de bloqueio de VPN usadas em países com forte censura, como China, Rússia e Emirados Árabes Unidos. Isso permite que você navegue na web livremente. Você também pode contornar firewalls habilitados em determinadas redes que impedem seu acesso a alguns sites. Caso seu escritório ou campos universitário bloqueiem o Facebook, por exemplo, uma VPN permitirá que você acesse a rede social.

O Mac possui VPN integrada?

Não, o macOS não vem com VPN integrada. Embora possa configurar conexões VPN manuais em seu Mac (nas configurações de rede), você ainda precisará dos dados de login de um provedor de VPN para configurá-la. Sua melhor opção é usar uma VPN que ofereça um app nativo para Mac, porque ele é mais seguro, inclui muito mais recursos de segurança e é bem mais fácil de configurar e usar.

Como faço para manter meu Mac seguro?

Uma VPN é a melhor forma de proteger seu Mac. Os Macs vêm com muitos recursos de segurança excelentes, mas eles não protegem sua privacidade — somente uma VPN, com sua criptografia de ponta a ponta, pode realmente garantir seu anonimato online em relação ao seu provedor de internet, governos e ameaças online. Porém, há outras precauções que você pode tomar para ajudar a manter seu Mac seguro e protegido:

  • Use software antimalware. Os Macs estão cada vez mais propensos a malware e outras ameaças online do que os PCs Windows, por isso, é altamente recomendável usar um software antimalware confiável. Algumas VPNs oferecem bloqueadores de malware integrados (como o CyberGhost) para proteger seu Mac dessas ameaças crescentes.
  • Use um sistema de gerenciamento de senhas. O iCloud Keychain vem integrado ao seu Mac e automaticamente gera senhas únicas e as criptografa. Isso ajuda a manter todas as suas contas online seguras (principalmente se você costuma reutilizar a mesma senha). Se um hacker expuser uma de suas contas, não poderá acessar todas elas usando a mesma senha.
  • Use o Safari como navegador. O Safari conta com medidas de segurança para impedir que suas atividades online sejam rastreadas. Isso difere drasticamente de navegadores como o Google Chrome, que coleta seus dados e os utiliza para gerar anúncios segmentados em troca de lucro. Apesar disso, contanto que se conecte a um servidor VPN, você permanecerá totalmente anônimo, independentemente do seu navegador utilizado.

Não arrisque a segurança do seu Mac (e de seus dados pessoais)

Embora o macOS venha com recursos de segurança integrados, você não está 100% protegido. Usar uma VPN oferece uma camada adicional robusta de proteção ao seu Mac, pois criptografa seu tráfego. E também permite que você contorne bloqueios geográficos e acesse conteúdo online que geralmente não está disponível, além de incluir recursos de segurança extra, como bloqueadores de anúncios/malware, para manter você ainda mais protegido.

De todas as VPNs que testei, o ExpressVPN é a melhor opção para Mac em Portugal e no Brasil ou onde quer que você esteja. Ele inclui recursos de segurança de ponta, possui uma rigorosa política antilogs (no-logs policy) e um app nativo fácil de usar que roda sem problemas em Macs. E ainda oferece altas velocidades para fazer streaming e baixar e enviar torrents. Além disso, você pode experimentá-lo gratuitamente por 30 dias e pedir seu reembolso, caso não fique satisfeito.

Experimente o ExpressVPN sem riscos agora!

Para resumir, estas são as melhores VPNs para seu Mac

Gostou desse artigo? Avalie!
Eu detestei Eu não gostei Achei razoável Muito bom! Eu adorei!
Votado por usuários
Obrigado pelo seu feedback.
Comentar O comentário deve ter de 5 a 2.500 caracteres.