O PrivateVPN é bom em (2019)? Melhor que o esperado

Classificação ?
4.4 / 5.0
Guy Fawkes
(Especialistas anônimos de cibersegurança)

A PrivateVPN opera sob jurisdição sueca e fornece conexões VPN anônimas em conjunto com um serviço de proxy HTTP. Os seus servidores estão configurados para suportar os protocolos OpenVPN, L2TP, PPTP, IPSec, IKEv2, HTTP Proxy e SOCKS5. Eles possuem servidores localizados na Áustr...

Dec 6, 2019
Análise dos usuário da PrivateVPN
4.8
Lucca
  •  5
O PrivateVPN é completo!

Minha satisfação com o PrivateVPN é total – experimentei diversos serviços parecidos anteriormente, mas já estou com este há alguns anos. Ele nunca me deixa na mão, além de ser rápido e incluir todos os países que preciso, tudo isso por um valor bem justo.


Ver planos Responder a esta avaliação

Você sabia? Nós aprovamos todas as revisões de usuários. As empresas não podem pagar para incluir ou excluir nenhuma.

    Anônimo
    •  5
    Serviço de VPN fenomenal

    Estou usando o PrivateVPN há 3 anos. Eu o adoro. Experimentei outros serviços, mas solicitei o reembolso depois de um ou dois dias. Ele sempre funciona e permanece atualizado. Não consigo pensar em usar outra alternativa.


    Ver planos Responder a esta avaliação
      João
      •  5
      Melhor serviço de VPN

      Experimentei diversos serviços de VPN, mas o PrivateVPN é o melhor até agora. Ele inclui inúmeros servidores, alguns ultrarrápidos. O serviço tem sido confiável e fácil de usar. Também usei o app de Android. Ele funcionou bem e é igualmente fácil de usar.


      Ver planos Responder a esta avaliação

        Confira as três principais VPNs alternativas
        Recursos Detalhes
        Número de países com servidores 56
        Número de servidores 100
        Número de endereços IP 4000
        VPN registra logs? Não
        VPN inclui kill switch? Sim
        Número de dispositivos por licença 6
        Usabilidade 4.8 / 5.0

        Embora seja possível que eles configurem a VPN remotamente para você usando o TeamViewer, a minha experiência sugere que é improvável que seja necessário. Para iniciar o processo de configuração, você só precisa acessar o site, selecionar o período de assinatura desejado, inserir seu endereço de e-mail e escolher uma senha. Depois de concluído, escolha a sua opção de pagamento e siga as instruções para fazer o seu pagamento. A partir daqui, você precisa escolher a sua plataforma. Eu selecionei a PrivatePVN em um computador desktop com o Windows 10. Clique para abrir o guia para a sua plataforma. Você encontra um link no guia. Clique no link e siga as instruções para fazer a configuração. Prepare-se para ter que reiniciar o seu dispositivo (pelo menos, ao instalar no Windows 10). Uma vez reiniciado, clique no ícone da PrivateVPN que está agora na sua área de trabalho e insira os detalhes de logon que você escolheu anteriormente. A partir daí, você pode se conectar usando as configurações padrão ou pode clicar no botão avançado para ver mais configurações, incluindo protocolos, reconexão automática e o seu kill switch. Lembre-se de desconectar a sua VPN antes de tentar fazer qualquer alteração e, obviamente, garantir que se reconecte logo a seguir. É simples assim.



        Baixar Agora

        Preço 4.0 / 5.0
        24 meses
        $1.89 /mês
        3 meses
        $4.20 /mês
        1 mês
        $7.12/mês

        A PrivateVPN possui três pacotes de inscrição que diferem apenas no tempo de assinatura. Como acontece com a maioria dos pacotes, quanto maior o tempo da assinatura, mais barata ela fica. Além disso, você pode experimentar o serviço gratuitamente durante 24 horas e o serviço oferece uma garantia de reembolso de 30 dias, se você não gostar dele. A PrivateVPN muitas vezes faz promoções especiais e oferece dinheiro adicional nos seus diferentes pacotes, todos com preços razoáveis ​​pela proteção de privacidade e velocidade que você recebe.

        Confiabilidade e Suporte 4.9 / 5.0

        A PrivateVPN afirma que tem um tempo de atividade de 99,98%, e com base no tempo que eu utilizei o serviço, eu diria que isso está correto. A única vez que o serviço caiu foi depois que o meu computador ficou ocioso por um tempo e o kill switch disparou imediatamente, cortando a conexão à Internet até reconectar a VPN. Em termos de suporte, experimentei a opção de chat ao vivo para fazer uma pergunta, mas ele não estava ao vivo no momento. Mesmo assim foi possível deixar uma mensagem detalhando a minha pergunta e recebi uma resposta poucas horas depois. A resposta foi útil e me deixou à vontade para fazer mais perguntas se fosse necessário. Eu não experimentei a ajuda remota através do TeamViewer, pois as informações fornecidas no site eram suficientes para eu conseguir executar e resolver quaisquer problemas que encontrei.

        O Resultado
        Guy Fawkes
        (Especialistas anônimos de cibersegurança)

        Velocidades razoáveis ​​e boa confiabilidade a tornam um serviço completo

        A PrivateVPN tem muitas coisas que são recomendáveis para os usuários que procuram um serviço fácil de usar e que oferece funcionalidade, confiabilidade e privacidade, e tudo por um preço razoável. É fácil de configurar e perfeito, até mesmo para novatos como eu, para personalizar de acordo com as suas necessidades individuais. A adição de ajuda remota é definitivamente um bônus, tanto na configuração com na solução de problemas quando necessário. Em linhas gerais, se você estiver procurando algo que seja fácil de entender, que leve a sua privacidade a sério e funcione em dispositivos móveis, bem como em desktops, a PrivateVPN é a VPN certa para você.

        PrivateVPN
        4.4 / 5.0
        Opinião detalhada de especialista
        Guy Fawkes
        (Especialistas anônimos de cibersegurança)

        A PrivateVPN opera sob jurisdição sueca e fornece conexões VPN anônimas em conjunto com um serviço de proxy HTTP. Os seus servidores estão configurados para suportar os protocolos OpenVPN, L2TP, PPTP, IPSec, IKEv2, HTTP Proxy e SOCKS5. Eles possuem servidores localizados na Áustria, Suécia, Suíça, Estados Unidos, Grã-Bretanha, Dinamarca, França, Luxemburgo, Noruega, Finlândia, Romênia, Alemanha, Rússia, Holanda, Cingapura, Canadá, Austrália, Itália, Espanha, Polônia e Ucrânia, oferecendo muita escolha ao usuário. Você pode solicitar um endereço IP público dinâmico ou compartilhado, de acordo com as suas necessidades. Junto com a proteção contra vazamento IPv6, criptografia de 2048 bits e AES-256, bem como um kill switch funcional, a sua proteção e privacidade são garantidas. Além disso, cada conta também permite até 6 dispositivos conectados simultaneamente.

        De acordo com o nome deles, a PrivateVPN nunca registra nenhum tráfego de dados em nenhum dos seus servidores, incluindo os servidores dos Estados Unidos. Os únicos dados que eles armazenam são o nome de usuário, a senha e o endereço de e-mail que você usou durante a sua inscrição. Não há nenhuma forma de nenhuma entidade conseguir quaisquer informações privadas a partir dos servidores da PrivateVPN.

        O tráfego Torrent é permitido em qualquer um dos servidores, mas é aconselhável usar servidores localizados na Suécia, pois é um país que se preocupa com a privacidade. A PrivateVPN conecta os seus servidores aos backbones de Internet de maior capacidade disponíveis em cada país. Algumas das suas localizações estão conectadas diretamente aos provedores de tráfego IP Tier 1, que lhe proporcionam uma velocidade e roteamento melhores para outros pares. Eles também suportam encaminhamento de porta, mas você precisa consultar a lista de servidores para encontrar as que possuem os recursos que você precisa para o seu aplicativo. Dito isto, é ideal que não haja limites na velocidade ou na comutação do servidor. Por isso, você pode alterar os servidores e os protocolos sempre que quiser. Eu acho isso particularmente útil, uma vez que a localização e o protocolo padrão retardaram visivelmente a minha conexão.
        Usando o serviço da PrivateVPN, você pode desbloquear sites que foram filtrados por firewalls ou com restrições geográficas. O serviço também funciona bem com Netflix, Amazon Video e Hulu. Mas, novamente, esteja preparado para passar algum tempo procurando o melhor servidor e o protocolo mais adequado para garantir que a sua velocidade permaneça rápida o suficiente para fazer streaming desses serviços.

        Atualmente, a PrivateVPN possui aplicativos nativos para Windows, iOS, OS X e Android. O suporte é fornecido por chat ao vivo ou um formulário Web que você preenche e envia. No entanto, o chat ao vivo nem sempre está disponível e você é automaticamente colocado em uma fila de tickets de suporte quando não há ninguém para responder imediatamente. A PrivateVPN também oferece um serviço de instalação remota, destacando-se da sua concorrência. Um técnico de serviço combina uma hora para instalar o cliente VPN para você usando o software de suporte remoto TeamViewer. Além disso, você pode obter suporte geral de forma remota também. Esse serviço está disponível nos seguintes sistemas operacionais: Mac, Windows e Linux e os seguintes protocolos VPN: PPTP, OpenVPN ou L2TP. Se você não quiser acessar o suporte remoto, há guias disponíveis no site da PrivateVPN para cada uma das plataformas em que a PrivateVPN opera.

        Os métodos de pagamento que a PrivateVPN aceita são cartões de crédito, PayPal, Payson, BitCoin e 2Checkout. Você pode obter um código de presente que oferece acesso 24 horas ao serviço para que possa experimentá-lo antes de comprar. Você obtém acesso total ao serviço depois registrar uma nova conta.

        • Serviço de instalação remota
        • Código de presente de avaliação de 24 horas
        • Conexões de servidor Tier 1 rápidas
        • Escolha entre endereço de IP dinâmico ou compartilhado
        • Comece com o PrivateVPN agora
        Garantia de reembolso (Dias): 30
        Aplicativo Móvel:
        Número de dispositivos por licença: 6
        Planos VPN: www.privatevpn.com
        Este artigo foi útil? 0 0
        Desculpe-nos por isso!
        (Mínimo de 10 caracteres.)
        Espere! A Nord oferece 73% de desconto em suas VPNs.