Avaliamos os fornecedores com base em testes e pesquisas rigorosos, mas também levamos em consideração seu feedback e nosso programa de afiliados com os fornecedores. Alguns fornecedores são de propriedade da nossa matriz.
Saiba mais
O vpnMentor foi criado em 2014 para analisar os serviços de VPN e cobrir temas relacionados à privacidade. Hoje, nossa equipe de centenas de investigadores, redatores e editores de segurança cibernética continua ajudando os leitores a lutar por sua liberdade online em parceria com a Kape Technologies PLC, que também é proprietária dos seguintes produtos: ExpressVPN, CyberGhost, ZenMate, Private Internet Access e Intego, que podem vir a ser analisados neste site. As análises publicadas no vpnMentor são consideradas precisas na data de publicação de cada artigo e elaboradas conforme nossos rígidos padrões de análise que priorizam o exame profissional e honesto do especialista que faz a análise, levando em conta as capacidades técnicas e qualidades do produto juntamente com seu valor comercial para os usuários. As classificações e análises que publicamos também levam em conta a propriedade comum mencionada acima e as comissões de afiliados que ganhamos por compras através dos links em nosso site. Não analisamos todos os provedores de VPN e acreditamos que as informações sejam precisas na data de publicação de cada artigo.
Divulgação de publicidade

O vpnMentor foi criado em 2014 para analisar os serviços de VPN e cobrir temas relacionados à privacidade. Hoje, nossa equipe de centenas de investigadores, redatores e editores de segurança cibernética continua ajudando os leitores a lutar por sua liberdade online em parceria com a Kape Technologies PLC, que também é proprietária dos seguintes produtos: ExpressVPN, CyberGhost, ZenMate, Private Internet Access e Intego, que podem vir a ser analisados neste site. As análises publicadas no vpnMentor são consideradas precisas na data de publicação de cada artigo e elaboradas conforme nossos rígidos padrões de análise que priorizam o exame profissional e honesto do especialista que faz a análise, levando em conta as capacidades técnicas e qualidades do produto juntamente com seu valor comercial para os usuários. As classificações e análises que publicamos também levam em conta a propriedade comum mencionada acima e as comissões de afiliados que ganhamos por compras através dos links em nosso site. Não analisamos todos os provedores de VPN e acreditamos que as informações sejam precisas na data de publicação de cada artigo.

Surfshark é bom em 2024 - Barato, mas segurde usar?

Nossa Avaliação: 9.3/10
Vale a pena considerá-lo
Keira Waddell Atualizado em 28/05/2024 Redator Sênior

Com VPNs, geralmente você recebe pelo que paga. Então, quando vi os preços baixos do Surfshark, fiquei cético quanto às avaliações tão positivas. Para verificar se ele realmente cumpria essas promessas, testei cada aspecto do Surfshark, incluindo suas velocidades, recursos de segurança, capacidades de streaming, confiabilidade de rede e compatibilidade com dispositivos.

Os resultados foram impressionantes — o Surfshark é incrivelmente seguro de usar em qualquer lugar onde você esteja. Ele oferece muitos recursos de segurança robustos que as VPNs em geral não oferecem, além de ser muito intuitivo.

No geral, eu recomendaria o Surfshark, pois ele oferece um excelente custo-benefício. Por um preço tão acessível (você pode se registrar por $2,19/mês), você obtém conexões ilimitadas em dispositivos, alta segurança e bom desempenho geral. E, para maior segurança, você pode sempre pedir um reembolso total dentro de 30 dias, caso não esteja completamente convencido.

Experimente o Surfshark Sem Riscos >>

Está com pouco tempo? Aqui estão as minhas principais conclusões:

Prós

Contras

Recursos do Surfshark Features — Atualização de 2024

9.4
💸 Preço 2.19 USD/mês
📆 Garantia de reembolso 30 Dias
📝 VPN registra logs? Não
🖥 Número de servidores 3200+
🛡 Botão de encerramento Sim
🗺 Baseado no país Netherlands
📥 Permite baixar e enviar torrents Sim

Streaming — Desempenho de ponta com necessidade mínima de resolução de problemas

9.6

O Surfshark facilita para permanecer seguro durante suas transmissões online. Minha equipe de avaliadores internacionais e eu o usamos para assistir a todas as principais plataformas disponíveis em nossas regiões, com ótima qualidade. Apenas tivemos que realizar alguns ajustes para fazer alguns serviços funcionarem da melhor maneira possível.

Por exemplo, às vezes tínhamos que testar diferentes servidores ou alterar para IPs estáticos. Ocasionalmente, obtínhamos sucesso trocando de protocolo. Os agentes no chat ao vivo 24/7 também foram facilmente acessíveis quando precisamos de algumas dicas úteis.

Embora seja hipoteticamente possível usar uma VPN com o Surfshark para acessar plataformas de streaming fora da sua região, note que tal prática provavelmente resultará na violação de direitos autorais e na infração de seus termos de serviço.

Minha equipe global e eu usamos servidores do Surfshark em nossos respectivos países para assistir às seguintes plataformas:

Netflix Disney+ Hulu HBO Max Amazon Prime Video
Apple TV BBC iPlayer ITV Hub All 4 DAZN
ESPN+ Sling TV Paramount+ Peacock TV Kodi
Youtube TV Fubo TV Crunchyroll Vudu Discovery+
France TV Sky Go UKTV RTÉ Player Rai Play

Importante! A equipe do vpnMentor não apoia nenhuma forma de violação de direitos autorais. O Surfshark possui uma comprovada política antilogs, portanto não monitorará suas atividades online. Isso significa que cabe a você usá-lo com responsabilidade. Recomendamos sempre cumprir as regras e regulamentos de qualquer app, site ou serviço que você acessar.

Funciona com: Netflix nos EUA, Reino Unido, Canadá, Japão e mais

Nosso avaliador nos EUA conseguiu assistir à Netflix em todas as 25 localizações norte-americanas. O número de servidores nos Estados Unidos é ótimo se você vive no país, pois poderá encontrar um servidor mais próximo e desfrutar velocidades ainda melhores. Suas localizações no Reino Unido também funcionaram bem com nosso avaliador britânico.

Screenshot of Netflix Player streaming This Is Us while connected to Surfshark's Montreal serverAs velocidades no servidor do Surfshark em Montreal foram rápidas o suficiente para transmitir em Ultra HD

A qualidade do streaming variou um pouco dependendo do país do nosso avaliador. Em países grandes, servidores mais distantes às vezes resultaram em velocidades mais baixas e qualidade de imagem pior.

O Surfshark funciona aqui? Velocidades rápidas para streaming em HD? Lag?
EUA Sim Não
Reino Unido Sim Não
França Sim Não
Alemanha Sim Não
Canadá Sim Não
México Intermediário Mínimo
Coreia do Sul Intermediário Um pouco
Japão Intermediário Um pouco
Austrália Intermediário Um pouco

Minha equipe também conseguiu assistir à Netflix na Holanda, Itália, Índia, Hong Kong, Suécia, Turquia e Espanha.

Em alguns países, você poderá conseguir assistir apenas a conteúdo Originais Netflix. Trata-se de uma versão do site que oferece somente o conteúdo de propriedade da Netflix, portanto não haverá conteúdo de regiões específicas. Avaliadores na Malásia, Hungria, Bélgica e República Tcheca puderam assistir apenas a conteúdo Originais Netflix. Porém, fiquei impressionada com o fato de que todos conseguiram assistir a pelo menos uma versão da Netflix.

Funciona com: Disney+

Nossos avaliadores nos EUA conseguiram assistir ao Disney+ com o Surfshark. Ele funcionou em oito localizações nos Estados Unidos, incluindo Boston, Detroit, Buffalo, Nova York e Seattle. Ocasionalmente, houve breves tempos de carregamento, mas sem quaisquer problemas após o início da reprodução dos vídeos.

Screenshot of Disney Plus player streaming Grown-ish while connected to Surfhshark's Boston ServerNosso avaliador nos EUA obteve qualidade de imagem perfeita ao usar o servidor do Surfshark em Boston

Meus colegas de equipe e eu também conseguimos assistir ao Disney+ a partir do Reino Unido, Canadá, Austrália, Alemanha e Japão.

Funciona com: Max

Assistir ao Max não poderia ter sido mais fácil com o Surfshark. Meu colega nos EUA conseguiu fazer login na primeira tentativa após se conectar ao servidor de Nova York. Ele também funcionou em seis outras localizações, incluindo São Francisco, Seattle, Denver, Los Angeles e Chicago.

Screenshot of Max player streaming The Last of Us while connected to Surfshark's New York serverO vídeo foi reproduzido com a maior qualidade sem qualquer interrupção por buffering

Seu carregamento levou alguns segundos com o uso de servidores em estados ocidentais, como Los Angeles. Isso porque ele vive em um estado distante, o que é compreensível.

Funciona com: BBC iPlayer

Consegui assistir ao BBC iPlayer na minha casa no Reino Unido, mas foram necessárias algumas tentativas. Quando tentei usar seus servidores comuns pela primeira vez, ele funcionou apenas com um deles (há 4 localizações no Reino Unido no total).

Screenshot of BBC iPlayer streaming Gossip Girl while connected to Surfshark's Glasgow serverNão consegui assistir através dos servidores de Edimburgo, Manchester e Londres

Não gosto de ficar online sem uma conexão VPN, então isso me preocupou. Porém, contatei o chat ao vivo 24/7 do Surfshark, e o representante me recomendou testar seus servidores com IP estático. Há alguns servidores com IP estático em Londres (eles mudam periodicamente), mas nem todos funcionaram. No entanto, quando usei os servidores Londres #2 e #3, consegui assistir ao BBC iPlayer com uma conexão segura.

Também funciona com: Apple TV, Hulu, Amazon Prime Video, Paramount+ e mais

O Surfshark funcionou com todos os serviços de streaming que testamos. Minha equipe internacional conseguiu se conectar a um servidor e continuar assistindo ao Hulu, Apple TV, ESPN+, Paramount+ e All 4 (e muito mais) nos países onde estão disponíveis.

Também consegui assistir ao Amazon Prime Video no Reino Unido. Meu colega na Austrália conseguiu assistir ao Prime Video por meio dos servidores australianos do Surfshark. Porém, nossos avaliadores nos EUA, Canadá e Japão não conseguiram assistir ao Prime Video em seus países. Mesmo assim, fiquei impressionada com o fato de que alguns de nós conseguimos assistir à plataforma, pois nem sempre é fácil assistir com uma conexão VPN.

Também recebi dicas de resolução de problemas de um agente ao vivo, mas elas não funcionaramScreenshot of a Surfshark live chat conversation where I was told it's not compatible with Amazon Prime Video US

Nos países onde essas plataformas estão disponíveis, nenhum dos nossos avaliadores teve problemas com a Apple TV, Hulu, Paramount+, All 4, ITV Hub e Peacock TV. Também consegui assistir ao Vimeo por meio de um complemento do Kodi iPlayer nos servidores britânicos que testei (Londres e Edimburgo).

Algumas outras plataformas foram um pouco mais difíceis, como o DAZN. Ele não funcionou nos EUA, mas houve testes bem-sucedidos no Reino Unido e Canadá.

Em termos gerais, fiquei bastante impressionada com as capacidades de streaming do Surfshark. Já usei VPNs que requerem menos resoluções de problemas para oferecer a melhor qualidade, como o ExpressVPN. Porém, como o Surfshark oferece preços mais acessíveis, ele é uma ótima opção para streaming. Além disso, também gostei do fato de que a equipe de suporte sempre recomendou soluções simples quando eu tive problemas.

86% de desconto

Economize 86% no Surfshark agora!

Garantia de reembolso: 30 dias

E ganhe 3 meses totalmente grátis!

Velocidades — Rápidas em Qualquer Distância

9.8

O Surfshark oferece altas velocidades em todos os servidores. Quando examino as velocidades, analiso três aspectos:

  • Velocidade de download é a rapidez com que você recebe dados do servidor ao qual está conectado. Isso afeta o carregamento de páginas da web, streaming, etc. É medida em megabits por segundo (Mbps).
  • Velocidade de upload é a rapidez com que você envia dados para o servidor. É importante quando você está postando em redes sociais, fazendo chamadas de vídeo, enviando e-mails, etc. É medida em megabits por segundo (Mbps).
  • Ping é o tempo que leva para os dados viajarem. É medido em milissegundos (ms). Quanto menor o seu ping, mais responsiva será sua conexão, o que é importante para jogos online.

Temos um avaliador de velocidade dedicado que realizou testes de velocidade com servidores Surfshark ao longo de meses a partir do mesmo local no Reino Unido. O gráfico a seguir mostra as velocidades médias alcançadas por localização usando esses resultados de teste.

Chart showing Surfshark's global speed test resultsAs velocidades de download caíram em média 4% em servidores próximos e 30% em locais mais distantes.

Para esta análise, também testei mais de 25 localizações de servidores e obtive resultados bem similares. Em servidores locais (2.150 km ou menos de distância), nunca perdi mais do que 10% da minha velocidade. Só comecei a ver quedas maiores quando testei servidores que estavam a mais de 5.000 km de distância. Perdas de velocidade nessa distância são normais, porque os dados têm que percorrer uma distância maior.

Porém, mesmo em um servidor a 17.000 km de distância, só perdi 39% da minha velocidade de download em média. Isso é um ótimo resultado, pois já vi VPNs quase tão rápidas quanto o Surfshark em servidores locais caírem 80% ou mais em servidores distantes.

Primeiro, testei minha velocidade base sem uma conexão VPN como base para comparação.

Sem VPN (Londres, Reino Unido):

Ping (ms): 5
Download (Mbps): 128.54
Upload (Mbps): 21.47

Conectei-me ao Surfshark usando o protocolo WireGuard, pois ele me proporcionou as velocidades mais rápidas. Em seguida, comecei esses testes de velocidade no meu laptop com Windows 11.

Velocidade Local

Usando a opção "localização mais rápida", conectei-me a um servidor em Londres, Reino Unido, e praticamente não senti nenhuma queda na velocidade.

Londres, Reino Unido:

Ping (ms): 9
Download (Mbps): 122.75 (queda de 5%)
Upload (Mbps): 20.61 (queda de 3%)

Depois, experimentei um país próximo ao local do teste: Paris, França. Este servidor praticamente me deu o mesmo resultado. É normal que uma VPN reduza suas velocidades em 10-20% nesta distância, então uma queda de 4% foi realmente impressionante.

Paris, França:

Ping (ms): 15
Download (Mbps): 123.83 (queda de 4%)
Upload (Mbps): 20.76 (queda de 6%)

Eu selecionei manualmente alguns outros países dentro da Europa (Alemanha e Ucrânia), e meus resultados foram praticamente os mesmos. Quando conectado a um servidor na Ucrânia, minhas velocidades caíram apenas 7%.

Screenshot of Ookla speed tests done with no VPN connected and connected to Surfshark's Paris serverOs servidores na França apresentaram velocidades quase idênticas às do meu próprio país.

Como minhas velocidades iniciais já eram rápidas, não notei diferença ao fazer streaming ou navegar enquanto estava conectado ao servidor na Ucrânia. Você poderia ter velocidades base tão baixas quanto 30 Mbps e ainda assim conseguir fazer streaming em HD com essas pequenas quedas.

Velocidade a Longa Distância

Os servidores de longa distância do Surfshark eram um pouco mais lentos do que os locais. Eu esperava alguma perda de velocidade, mas ela caiu muito menos do que eu esperava. Comecei testando alguns servidores nos EUA, tanto na costa leste quanto na oeste.

Nova Iorque, Estados Unidos:

Ping (ms): 92
Download (Mbps): 112.29 (queda de 13%)
Upload (Mbps): 20.37 (queda de 5%)

Los Angeles, Estados Unidos:

Ping (ms): 161
Download (Mbps): 99.39 (queda de 23%)
Upload (Mbps): 16.52 (queda de 23%)

Em seguida, resolvi testar a longa distância e experimentei os servidores do Surfshark no Brasil, Austrália, Singapura e Japão.

Screenshots of Ookla speed tests done while connected to Surfshark servers in Japan and AustraliaMinhas velocidades caíram em média apenas 33% com os servidores da Austrália e do Japão

Mesmo a estas distâncias, a minha conexão ainda era rápida o suficiente para atividades de alta largura de banda.

O ExpressVPN é a única VPN que já testei que é mais rápido, mas a diferença é mínima. Então, se a velocidade é uma grande preocupação para você, o Surfshark é uma das melhores opções.

Jogos — Rápido o Suficiente em Servidores Locais

9.0

O Surfshark é bom para jogos em servidores locais, mas servidores distantes apresentaram tempos de carregamento mais longos e atrasos. Quando usei o recurso "localização mais rápida", joguei com ótimas velocidades, como se estivesse usando minha conexão de internet base. Infelizmente, foi impossível jogar em servidores muito distantes (como na Austrália).

O ideal é ter velocidades de download acima de 15+ Mbps, velocidades de upload de pelo menos 1 Mbps e o ping o mais baixo possível para uma experiência de jogo online suave. Qualquer coisa acima de 100 ms causará tantos atrasos que um jogo rápido se tornará quase impossível.

Comecei meus testes usando o recurso "localização mais rápida” (conectou-me ao Reino Unido) e carreguei Team Fortress 2 na Steam, um dos meus jogos preferidos. Demorei apenas alguns segundos para encontrar uma partida e consegui jogar no Surfshark sem interrupções ou desacelerações. Depois, conectei-me a um servidor na Holanda, o que me deu resultados praticamente idênticos.

Satisfeito com isso, decidi testar o servidor de Nova Iorque para ver como o Surfshark é confiável a longas distâncias. Ele não me desacelerou muito — demorou cerca de 2 minutos para carregar, mas não experimentei nenhum atraso. No entanto, tive muito mais lentidão ao me conectar aos servidores da costa oeste (Los Angeles e São Francisco). Demorei mais para evitar ataques e encontrar rapidamente um esconderijo antes que o outro time fizesse seus disparos.

Screenshot of Surfshark's US server letting me play on SteamObtive resultados semelhantes em outros servidores da costa leste dos EUA, em cidades como Boston e Chicago.

Depois, tentei jogar nos servidores japonês (Tóquio) e australiano (Perth) do Surfshark. Em ambos os servidores, demorei mais de 5 minutos para encontrar uma partida e, quando finalmente entrei no jogo, estava demasiado lento. Experimentei muitos atrasos e não conseguia evitar os tiros dos meus adversários.

Não fiquei muito desapontado com isso, pois foram resultados melhores do que consigo com a maioria dos VPNs. De fato, a maioria só permite jogar por meio de servidores mais próximos de você.

Rede de Servidores — Uma Rede de Tamanho Decente com Conexões Confiáveis

Embora não possua a maior rede disponível, o Surfshark é confiável e oferece conexões impressionantes com cobertura global. Há 3.200 servidores em 100 localizações, incluindo Brasil e Portugal (Porto e Lisboa). Comparado a outras VPNs de ponta, como o CyberGhost (que tem 11.690 servidores em 100 países) ou Private Internet Access (29.650 servidores em 91 países), este não é um número exorbitante de localizações. Contudo, o Surfshark é bom pois oferece servidores em mais países do que a maioria das outras VPNs que já usei.

A maioria dos servidores do Surfshark está localizada nos EUA, espalhada por mais de 22 regiões. O Surfshark também tem grande presença de servidores na Europa (principalmente no Reino Unido, França, Alemanha e Espanha), Canadá e Austrália.

A rede inteira é amigável para P2P, facilitando o torrent com o Surfshark. Além disso, com a função Dynamic MultiHop do Surfshark, você pode criar sua própria conexão MultiHop. A maioria das VPNs faz você escolher a partir de uma lista específica de pares de servidores MultiHop. Estes adicionam uma camada extra de segurança, enviando o seu tráfego através de duas localizações, em vez de uma (falamos mais sobre isso na seção de segurança abaixo).

Localizações Virtuais

O Surfshark utiliza servidores virtuais em cerca de 40 locais ao redor do mundo (40% de sua rede total de servidores). Quando você usa uma destas localizações, na realidade, está conectado a um servidor físico localizado fora dessa região. Por exemplo, todos os IPs da Índia vêm de fora do país. Isso oferece mais opções de conexão e ajuda a obter velocidades mais rápidas se o servidor físico estiver mais próximo da sua localização real. No entanto, pode também resultar em uma latência mais alta e demorar mais para conectar se estiver mais distante.

Screenshot of Surfshark's app showing virtual serversAs localizações virtuais não são necessariamente menos seguras, mas podem às vezes apresentar conexões pouco confiáveis

Servidores com IP estático

Estes servidores oferecem o mesmo endereço IP sempre que se conecta, em vez de lhe atribuírem um aleatório. Isso é útil se não quiser preencher inúmeros testes CAPTCHA ou verificar constantemente a sua identidade ao entrar em sites seguros como PayPal ou aplicativos bancários.

Testei essa funcionalidade ao entrar no meu aplicativo bancário três vezes após me reconectar ao mesmo servidor estático, e só me pediram para confirmar minha identidade na primeira vez. Fico irritado com a quantidade de testes CAPTCHA que tenho de fazer ao usar minha VPN, por isso adoro que esta funcionalidade evite isso.

O agente do Surfshark no chat ao vivo também recomendou usar esses servidores quando não consegui assistir a algumas plataformas de streaming do meu país. Por exemplo, não consegui usar meu app do Sky Go no servidor comum do Reino Unido, mas o servidor britânico de Londres com IP estático me permitiu assistir em segurança com o Surfshark conectado.

O Surfshark oferece servidores estáticos em cinco localizações: Japão, Singapura, Alemanha, EUA e Reino Unido.

IPs dedicados

Para uma conexão mais privada e confiável, o Surfshark oferece um upgrade para endereço IP dedicado. No momento da escrita deste artigo, esse complemento custa US$ 3,75 por mês, com IPs disponíveis nos EUA, no Reino Unido e na Holanda - mais localizações estão previstas para ser adicionadas em breve.

Similar aos endereços IP estáticos do Surfshark, um IP dedicado fornece o mesmo endereço IP toda vez que você o utiliza. A principal diferença é que você é a única pessoa que pode usá-lo — ele não é compartilhado com outros usuários. Isso o ajuda a evitar solicitações CAPTCHA incômodas.

É também ideal para usar serviços sensíveis a mudanças de IP, como bancos online e sites de negociação de criptomoedas. Por razões de segurança, sites como esses bloqueiam o acesso se o seu endereço IP estiver mudando constantemente. O IP dedicado do Surfshark supera esse problema, dando-lhe o mesmo endereço IP sempre que você acessa essas contas.

Servidores 100% à base de RAM

O Surfshark conta com uma rede de servidores 100% sem disco que automaticamente apagam todos os dados quando você desliga sua VPN. Essa medida visa evitar vazamentos de dados por parte de terceiros maliciosos. Muitas outras VPNs de ponta usam discos rígidos, os quais são limpos manualmente, portanto, há uma pequena chance de que esses dados sejam vazados antes da execução da remoção manual.

Você também obtém uma camada adicional de privacidade, pois realmente não há nenhum dado que possa ser compartilhado (no caso de ordens judiciais, por exemplo). Gosto bastante desse nível extra de segurança que o Surfshark oferece.

Segurança — segurança de alto nível com recursos avançados e customizáveis

9.8

O Surfshark é extremamente seguro. Ele oferece o mais alto nível de criptografia, servidores que operam unicamente com RAM, uma rigorosa política antilogs (no-logs policy) e mais do que apenas as opções padrão de segurança avançada.

Criptografia de nível militar

Ele usa criptografia AES de 256 bits, padrão do setor, a qual é praticamente impenetrável. Esse é o mesmo nível de criptografia usado por governos e instituições militares para proteger seus dados privados – portanto, seu provedor de internet e quaisquer outros terceiros não poderão visualizar nenhuma de suas atividades online.

Protocolos de segurança

Você pode escolher entre três protocolos para cifrar e proteger a sua atividade online. Embora o IKEv2 e o OpenVPN sejam padrão para a maioria das VPNs, fiquei contente ao ver que o Surfshark é compatível com WireGuard em todos os principais sistemas operacionais. O Surfshark já não suporta IKEv2 no Windows, mas isso não é um grande problema, já que o WireGuard funciona melhor para dispositivos desktop de qualquer forma.

  • OpenVPN: o OpenVPN está constantemente sendo melhorado por profissionais de segurança no mundo todo, tornando-o um dos protocolos mais seguros disponíveis. Existem duas versões. UDP é mais rápido e ideal para chamadas de vídeo, streaming e jogos. TCP é mais lento, mas oferece uma conexão mais estável. O OpenVPN funcionou bem para mim, tanto em servidores locais quanto a longa distância, e está disponível para Windows, iOS, Android, macOS, Linux e FireTV.
  • WireGuard: este protocolo teve o melhor desempenho durante os meus testes, e foi muito mais rápido que o OpenVPN. É conhecido por melhorar a segurança sem comprometer a velocidade. Funciona bem para todas as atividades online, como streaming, chamadas de vídeo e navegação em geral (tanto em servidores próximos quanto distantes). Está disponível para Windows, Android, iOS e macOS.
  • IKEv2: este é um bom protocolo para usar se estiver em um dispositivo móvel, pois tem a capacidade de autoconexão (protegendo-o mesmo quando muda de dados móveis para Wi-Fi). Tende a funcionar melhor quando conectado a um servidor próximo. O IKEv2 está disponível nos aplicativos Surfshark para iOS, Android, macOS e FireTV.

Comparei os diferentes protocolos durante meus testes de velocidade para ver se havia alguma diferença notável.

Graph showing speed test results on different protocolsO protocolo IKEv2 apresentou as velocidades mais lentas, mas a diferença não foi tão grande.

Fiquei surpreso ao ver que o OpenVPN e o WireGuard me deram resultados praticamente idênticos na média. No entanto, alcancei minhas maiores velocidades com o WireGuard.

Resultados do teste de vazamento

Testei 10 servidores, incluindo alguns no Reino Unido, EUA e Bélgica, e nenhum vazamento de IP, WebRTC ou DNS foi detectado em nenhum deles. Qualquer vazamento representa uma ameaça à sua segurança e privacidade durante o uso de uma VPN. Um vazamento de DNS é uma falha de segurança que permite que seu provedor de internet visualize suas atividades na internet. Vazamentos de IP e WebRTC revelam seu endereço IP real (e sua localização real) para terceiros, como hackers ou intrusos online.

O Surfshark oferece DNS privado em todos os servidores e proteção contra vazamento de IP (IP leak protection) durante o uso da pilha IPv4. O IPv4 é o tipo mais comum de IP, enquanto o IPv6 é um novo formato. A versão do IP usado pelo seu dispositivo depende daquilo que sua rede suporta. Isso significa que, caso sua rede suporte IPv6, você pode sofrer vazamentos durante o uso do Surfshark. Como o IPv6 é muito novo, ele não é tão usado – portanto, isso não deve ser um problema para a maioria das pessoas. Quando contatei o suporte para perguntar sobre isso, eles me informaram que estão trabalhando para adicionar esse recurso no futuro, e ofereceram algumas soluções para evitar que seu IP seja exposto.

Consegui desbloquear apenas duas bibliotecas do Amazon Prime Video — Canadá e França

É possível desativar facilmente o IPv6 nas configurações de rede do seu dispositivo para evitar esses vazamentos, mas isso pode fazer com que alguns apps parem de funcionar adequadamente. O suporte também disse que o OpenVPN é o melhor protocolo para usar de forma a proteger suas conexões IPv6 (embora não seja garantido). A inclusão de suporte a IPv6 é essencial para uma VPN de ponta como o Surfshark — você sequer precisa se preocupar com isso em VPNs como ExpressVPN ou PrivateVPN, pois elas suportam tanto IPv4 quanto IPv6.

No entanto, fiz testes de vazamento com o IPv6 ativado (e também desativado) e não encontrei nenhum vazamento de IPv4, IPv6, WebRTC ou DNS nos 10 servidores testados. Recomendo verificar sua conexão apenas para garantir que ela esteja de fato segura.

Screenshot showing Surfshark doesn't leak IP, DNS, or IPv6 data.Usando o IPleak.net, minha localização real no Reino Unido foi completamente mascarada pelos servidores do Surfshark na Irlanda.

Kill Switch automático

O recurso de kill switch é fácil de acessar e mantém você protegido mesmo que o Surfshark se desconecte inesperadamente (embora isso não tenha acontecido durante meus testes). O kill switch desativará temporariamente sua conexão à internet e a reativará automaticamente quando você estiver conectado novamente, para que nenhuma parte do seu tráfego vaze enquanto a VPN se reconecta. Esse é um recurso importante que se tornou padrão na maioria das VPNs, portanto, espero vê-lo em uma VPN de ponta como o Surfshark.

Também gostei bastante do fato do Surfshark tornar esse recurso facilmente acessível na tela de conexão de base, diferentemente de muitas outras VPNs. Você pode simplesmente clicar na pequena seta exibida na imagem abaixo e ativar o kill switch sem precisar acessar as configurações. Ele não é ativado automaticamente, portanto, você deve habilitá-lo manualmente na primeira vez em que se conectar ao Surfshark.

Você também tem opções personalizáveis para o kill switch no aplicativo Surfshark para Windows. Pode escolher entre uma configuração "flexível" ou "rígida". A configuração "rígida" funciona como o kill switch de qualquer outra VPN e interromperá sua conexão à internet se a VPN se desconectar; a opção "flexível" só o fará se a conexão for interrompida acidentalmente.

Screenshots showing how to enable Surfshark's soft or strict kill switchEm todos os outros dispositivos, o kill switch opera com a configuração "rígida".

O kill switch automático está disponível em todos os apps do Surfshark, inclusive para Fire TV.

Servidores multi-hop

O Surfshark oferece a opção de duplicar a encriptação da sua VPN ao enviar o seu tráfego através de dois servidores em vez de um (também chamado de Double VPN). Esta funcionalidade não é realmente necessária para atividades diárias na internet. Pode ser útil se você for extremamente preocupado com a privacidade ou precisar enviar informações sensíveis em um país com vigilância na internet.

Várias VPNs oferecem a funcionalidade de Double VPN, mas o que destaca o Surfshark é a sua seleção Dynamic MultiHop. Isto permite escolher manualmente os locais pelos quais deseja conectar-se. Pode realmente usar isto para otimizar as suas velocidades ao conectar-se primeiro a um servidor mais rápido.

Aumentei a velocidade de servidores mais lentos em 2% quando me conectei primeiro à opção "localização mais rápida”. Isso realmente me impressionou, pois usar dois servidores quase sempre reduz a velocidade. Por outro lado, usando um servidor de longa distância como minha localização inicial, minha velocidade caiu cerca de 50%, o que era esperado.

Screenshot showing how to create Dynamic MultiHop on Surfshark

Embora a maioria das pessoas não precise usar a segurança adicional que o MultiHop oferece, fiquei impressionado com o quão dinâmico e personalizável ele é em comparação com os recursos multi-hop de outras VPNs.

Modo Camuflagem

Este recurso oculta o fato de que você está usando uma VPN para criptografar seu tráfego (também conhecido como ofuscação). Ele faz isso através de uma tecnologia capaz de fazer sua conexão se parecer com tráfego comum.

Você também pode usar o Modo Camuflagem para ajudá-lo a contornar firewalls em redes Wi-Fi públicas. Testei-o bloqueando um site na minha rede local. Quando ativei o Modo Camuflagem, consegui carregá-lo sem problemas. O Modo Camuflagem é automaticamente ativado quando você se conecta usando o protocolo OpenVPN, o qual está disponível em dispositivos Windows, macOS, Android, iOS e Linux.

Modo NoBorders

O modo NoBorders foi criado para permitir o uso da VPN em redes restritas, como na escola, trabalho ou Wi-Fi público, que frequentemente bloqueiam o uso de VPNs. Este recurso deveria, em teoria, permitir o uso do Surfshark em países restritivos como a China e os EAU, mas o Surfshark não garante que funcionará.

Pode ativar o modo NoBorders no Windows, Mac, iOS e Android navegando até Configurações > Avançadas no aplicativo Surfshark. Tive alguma dificuldade em encontrá-lo no meu Android e contactei o suporte ao cliente para ajuda. Descobri que a funcionalidade é realmente oculta - tive de tocar e segurar em "Protocolo" no menu de configurações avançadas para acessar a função NoBorders.

2FA

Esta funcionalidade (também conhecida como Autenticação de Dois Fatores) adiciona uma camada extra de segurança à sua conta Surfshark. Além da sua senha, também terá de introduzir um código temporário enviado para o seu e-mail ou uma aplicação de autenticação (como o Google Authenticator) para entrar. É bastante comum em muitos apps hoje em dia, tornando muito mais difícil para alguém invadir sua conta.

Configurar o 2FA com o Surfshark é um pouco complicado. Para ativá-lo, tem de ativá-lo a partir do painel no site do Surfshark. Pode configurá-lo com uma aplicação de autenticação ou através do seu e-mail. Escolhi o método do autenticador. O site do Surfshark afirma que é o mais fácil, mas ainda tive de baixar uma app da App Store no meu iPhone e escanear um código QR para concluir o processo.

Não estou realmente preocupado com a possibilidade da minha conta Surfshark ser hackeada, por isso desativei esta função. Era irritante ter que passar por tantos passos só para entrar. Mas, se você valoriza a privacidade, esta funcionalidade está disponível.

CleanWeb

Este é o bloqueador de anúncios e malware integrado ao Surfshark. Testei o CleanWeb no site Forbes.com e no YouTube, e todos os anúncios que visualizei com ele desativado desapareceram depois que o habilitei. Fiquei impressionado com o fato dele bloquear até mesmo anúncios em minha conta do Hulu, que contém anúncios.

Screenshot showing test results of Surfshark's CleanWeb feature blocking ads on ForbesO CleanWeb não apenas bloqueou anúncios nas páginas, como não precisei ver anúncios de vídeos no YouTube

Ele também detecta sites maliciosos e os bloqueia automaticamente, ajudando a proteger seu dispositivo de malware e evitando que ele se torne vítima de golpes de phishing. Você pode ativar e desativar o CleanWeb facilmente na seção Features (recursos) no app do Surfshark em qualquer um de seus dispositivos.

Nexus

O Nexus é uma das mais recentes inovações de segurança do Surfshark. A tecnologia utiliza o conceito de Software Defined Networking (SDN). Isso te conecta a uma rede de servidores VPN antes de te encaminhar ao servidor escolhido por você.

Isso é diferente das conexões VPN tradicionais, que se ligam a um servidor através de um único túnel. O Surfshark alega que usar um único servidor pode causar problemas de segurança e privacidade (já que você está usando apenas um endereço IP) e desenvolveu a tecnologia Nexus para lidar com isso. Além disso, o Surfshark garante que irá ocultar seu tráfego, estabilizar o desempenho e melhorar a velocidade da sua conexão VPN.

A tecnologia Nexus do Surfshark será utilizada apenas quando você usar uma das seguintes funcionalidades:

  • IP Rotator (IP rotativo): essa funcionalidade altera periodicamente o seu endereço IP sem te desconectar da VPN. Isso torna ainda mais difícil para o seu provedor de internet ou terceiros indesejados te rastrearem.
  • Dynamic MultiHop (MultiHop Dinâmico): foi uma melhoria na ferramenta MultiHop do Surfshark. Permite que você controle por onde seu tráfego entra e sai. Você pode escolher manualmente conectar-se a quaisquer dois servidores disponíveis na rede de servidores do Surfshark, tornando-o ainda mais difícil de ser rastreado.
  • IP Randomizer (Randomizador de IP): funciona atribuindo-lhe um novo endereço IP cada vez que você se conecta a um site diferente, ocultando totalmente seus hábitos de navegação.

Spoofing de GPS no Android

Às vezes, uma VPN não é suficiente para manter suas informações pessoais privadas em seu dispositivo móvel. Alguns sites e apps usam seu GPS para localizar você, em vez de seu endereço IP. O Surfshark resolveu esse problema por meio do exclusivo recurso de spoofing de GPS — ele causa a impressão de que você está fisicamente localizado no mesmo local do servidor VPN ao qual está conectado. Tanto seu IP quanto seu GPS são ocultados, portanto, nenhum app sorrateiro poderá rastrear seu paradeiro para fins de marketing ou outros propósitos.

O Surfshark foi a primeira VPN a introduzir essa funcionalidade, e fiquei bastante impressionado com seu ótimo desempenho. Testei-a após me conectar ao servidor de Nova York e habilitar a opção “Override GPS location" (substituir localização do GPS) nas configurações avançadas do app de Android. Em seguida, abri o Google Maps, e o ponto azul exibindo minha localização geográfica estava bem ao lado da prefeitura de Nova York (quando, na verdade, eu estava no meu quarto na Bélgica escrevendo esta avaliação).

Para ativar, você precisa ir até "Configurações Avançadas" no seu aplicativo Android e, em seguida, clicar em "Substituir Localização GPS". Só não esqueça que talvez seja necessário ajustar as configurações de permissão para permitir isso (dependendo do modelo do seu celular).

Outros recursos

Whitelister

Este recurso permite escolher sites ou apps específicos para ignorar a conexão VPN (também conhecido como tunelamento dividido [split tunneling]). Ele é útil para acessar sites seguros que não funcionam com VPNs, como sites de bancos. E também é útil se você deseja se conectar a dispositivos de rede sem que a VPN cause problemas. O recurso está disponível apenas para Windows e Android.

Essa funcionalidade está disponível apenas para Windows e Android. Durante meus testes, tanto no meu laptop Windows quanto no meu tablet Android, ela funcionou perfeitamente. Consegui fazer meu app bancário ignorar a VPN, portanto permaneci fazendo uso dele sem problemas. O recurso também funcionou igualmente bem com sites. Configurei o site do BBC iPlayer para usar minha conexão comum a fim de continuar acessando minha conta enquanto conectado a um servidor nos EUA.

Invisibilidade de dispositivos

Você pode tornar seu dispositivo com a VPN habilitada invisível para outros dispositivos em sua rede local, garantindo uma camada adicional de privacidade. Isso é especialmente útil se você estiver usando uma rede Wi-Fi pública e não quiser que outros usuários o vejam. Embora a maioria dos sistemas operacionais ofereça suporte a essa função, gosto da facilidade para habilitá-la no Surfshark — foram necessários apenas alguns cliques. Apenas acessei as configurações avançadas e a ativei. Esse recurso está disponível apenas para Windows e Android.

Surfshark One e One+

Esses são os pacotes de segurança integrada do Surfshark, que incluem a VPN completa e mais uma variedade de ferramentas de segurança pessoal. Eles têm um preço inicial um pouco mais alto do que se você comprasse apenas a VPN, mas o desconto é maior quanto mais longo for o seu plano.

Os pacotes Surfshark One e One+ oferecem Surfshark VPN, Antivirus, Alert e Search. O One+ também inclui o serviço de remoção de dados Incogni. Os recursos Alert e Search estão disponíveis em todos os principais sistemas operacionais, mas o Antivirus está disponível atualmente apenas para Windows, macOS e Android.

  1. Surfshark Alert (Alerta do Surfshark) notificará imediatamente se suas informações pessoais aparecerem em bancos de dados vazados (como e-mail, senhas ou informações de cartão de crédito). Você também receberá relatórios regulares de segurança que resumem quantas vezes suas informações foram encontradas em violações de dados. Claro, existem alguns aplicativos gratuitos que farão a varredura de suas informações em bancos de dados, mas você não será notificado sobre violações de dados em tempo real. Lembre-se de que você precisa habilitar o 2FA ao usar o Alert.
  2. Surfshark Search (Pesquisa do Surfshark) é um motor de busca privado que não possui anúncios ou rastreadores, permitindo que você pesquise na web sem o Google monitorar cada clique. Ele também retorna apenas resultados de busca orgânicos, sem páginas patrocinadas ou resultados personalizados com base no seu histórico de pesquisa ou localização. Eu realmente gostei de sua simplicidade e facilidade de uso - muito semelhante ao DuckDuckGo ou StartPage, mas sem os anúncios.
  3. Surfshark Antivirus protege seus dispositivos contra vírus e malware. Você pode configurá-lo para escanear regularmente seus dispositivos em busca de vírus e remover quaisquer arquivos prejudiciais. Ele ainda protege sua identidade ao restringir o acesso da câmera por aplicativos não autorizados. Espero que chegue ao iOS em breve.
  4. Incogni é um serviço de remoção de dados que entra em contato com corretores de dados para enviar solicitações de remoção de dados. Ele pode ajudar a excluir seus dados dos bancos de dados das empresas, ou de sites de busca de pessoas, por exemplo. Ter menos de seus dados pessoais circulando pode impedir e-mails de marketing irritantes e uma contínua invasão da sua privacidade — e pode até evitar que você seja alvo de golpistas.

One e One+ também incluem o Alternative ID (ID Alternativo), que permite gerar um pseudônimo online (nome, gênero, data de nascimento, país). Ao criar esta persona, ele gera um novo endereço de e-mail com base nos detalhes fornecidos.

Para garantir a máxima privacidade, todos os e-mails recebidos neste endereço proxy são encaminhados com segurança para o seu e-mail real. No entanto, o Surfshark enfatiza o uso ético e aconselha os usuários a estarem cientes das restrições legais, deixando claro que o ID Alternativo não deve ser usado para violar leis ou os Termos de Serviço de outras plataformas.

Trust DNS

O Trust DNS é um app gratuito que permite alterar seu endereço DNS com um clique. Você pode escolher entre 100+ servidores DNS públicos. Ele é útil se você pretende ocultar suas atividades do seu provedor de internet. Porém, ele não oferece o mesmo nível de proteção de uma VPN — seu tráfego não é criptografado, e seu endereço IP permanece visível a qualquer um online.

Se você quer se conectar a servidores DNS públicos, este app facilita o processo (mas também não é difícil fazê-lo manualmente nas suas configurações de rede). No entanto, domínios públicos ocasionalmente registram seus dados ou expõem você a malware. Portanto, definitivamente prefiro usar uma dos servidores VPN do Surfshark, porque eles são mais seguros — você se conectará automaticamente a um dos servidores DNS privados e obterá proteção completa.

O Trust DNS está disponível somente para dispositivos iOS e Android, e você deverá baixá-lo à parte.

Privacidade — seguro, confiável e transparente

9.2

O Surfshark Mantém Registros? Não

O Surfshark não coleta seu endereço IP, histórico de navegação, informações de sessão ou quaisquer outros dados identificáveis. Fiquei impressionado com o nível de acessibilidade da política de privacidade. Em cada artigo, um resumo em destaque sobre as informações mais importantes (em termos simples) é fornecido — respeito esse compromisso com a transparência e com o desejo de garantir que os usuários entendam tudo aquilo com o qual estão se comprometendo.

Screenshot showing Surfshark's privacy policy ensuring it stores no identifiable dataMesmo o conteúdo principal da política de privacidade do Surfshark é de fácil entendimento, sem linguagem confusa

O Surfshark coleta e armazena seu endereço de e-mail e senha (criptografada), além de informações básicas de faturamento, para criar sua conta. Se você não se sente confortável em fornecer essas informações, pode facilmente criar um endereço de e-mail à parte apenas para o Surfshark e usar um método de pagamento anônimo, como criptomoedas, para fazer sua assinatura sem se identificar.

O Surfshark também coleta relatórios de diagnóstico e informações anônimas de análise no app, cujo envio você pode cancelar facilmente no menu de configurações. Seus dados de localização são coletados durante o uso do recurso “Auto-Connect" (conexão automática), mas eles jamais são compartilhados com terceiros. Outros dados também são coletados durante o uso do site do Surfshark, incluindo informações de “dados de tráfego" (ou dados analíticos anônimos), cookies e web beacons. No entanto, fiquei impressionado porque a política também explica como desativar essas funções, caso você não queira que essas informações sejam armazenadas.

O Surfshark foi Auditado? Sim

Uma auditoria da política de não manter registros do Surfshark foi divulgada em dezembro de 2022 pela empresa de auditoria Deloitte. Ela analisou os sistemas de TI do Surfshark e entrevistou os funcionários responsáveis. Basicamente, a Deloitte investigou como o Surfshark gerencia seus servidores para verificar se cumpre sua política de não manter registros. A firma de auditoria descobriu que ele se mantém fiel às suas afirmações de privacidade, por isso o Surfshark passou na auditoria.

Confesso que me preocupou um pouco o fato de o Surfshark ter levado tanto tempo para auditar sua política de registros (quatro anos). O Surfshark é uma das melhores VPNs do mercado em quase todas as categorias, mas esta foi uma área onde ficou um pouco atrás da concorrência. Nunca suspeitei que fizessem algo duvidoso, mas era estranho que uma empresa tão bem-sucedida não tivesse se esforçado para comprovar sua política de privacidade.

No entanto, sinto-me mais tranquilo com a conclusão desse processo. Saber que uma das maiores empresas de auditoria endossou a política do Surfshark me dá um sentimento de alívio e confiança.

No passado, o Surfshark teve outras duas auditorias feitas pela Cure53, mas apenas das suas extensões para Chrome e Firefox (em 2018). Não foram encontrados problemas maiores com as extensões, nem em privacidade e nem em segurança. Em 2021, a Cure53 também fez uma análise de segurança da infraestrutura dos servidores e não encontrou problemas graves (todos os pequenos foram corrigidos imediatamente). Espero que o Surfshark continue realizando auditorias mais regularmente no futuro.

Warrant Canary (Mandato canário)

Trata-se de uma página da web que você pode acessar para descobrir se o Surfshark já recebeu alguma ordem judicial para compartilhar dados de usuários. Quanto mais transparente for uma empresa, mas sinto que posso confiar nela, portanto, gosto bastante do fato do provedor tornar essa informação tão fácil de ser acessada. O Surfshark atualiza essa página diariamente, portanto, você sempre ficará atualizado sobre se o provedor recebeu quaisquer mandados ou ordens de mordaça para seus dados. Porém, considerando-se que conta com uma rigorosa política antilogs (no-logs policy), ele não disporia de nenhum dado para entregar, de toda forma.

Screenshot of up-to-date Warrant Canary from SurfsharkO Surfshark atualiza seu Warrant Canary todos os dias

Baseado na Holanda — Dentro da Jurisdição dos 9 Olhos

Uma coisa que me preocupou sobre o Surfshark é que ele está sediado na Holanda, que faz parte da aliança de compartilhamento de dados dos 9 Olhos. Antes, tinha sua sede nas Ilhas Virgens Britânicas até passar por uma reestruturação corporativa em 2021. As IVB são um excelente país para uma VPN, pois não têm leis de retenção de dados e não fazem parte de nenhuma aliança de compartilhamento de dados.

Na época, o Surfshark afirmou que se mudou para a Holanda por seu "ambiente favorável em termos de negócios, economia e política". Até permitiu que as assinaturas existentes continuassem sob a jurisdição das Ilhas Virgens Britânicas. Claro, todas as novas assinaturas estão sob a jurisdição da Holanda. Apesar de fazer parte da Aliança dos 9 Olhos, o Surfshark disse que as leis locais holandesas não os forçariam a reter dados. Também afirmou que mudaria novamente se as leis mudassem.

Dito isto, a política de privacidade auditada do Surfshark e o warrant canary são sinais claros de que o Surfshark é confiável. Mesmo que o Surfshark fosse obrigado a entregar dados de usuários (sobre os quais são totalmente transparentes), não haveria nada a entregar, pois ele não armazena nada que possa identificá-los. É possível que o Surfshark tenha auditado sua política de privacidade para tranquilizar a todos sobre essa mudança. Fico aliviado por terem feito isso — caso contrário, estaria mais preocupado.

O Surfshark funciona na China? Não.

Infelizmente, o Surfshark enfrenta dificuldades para funcionar na China devido ao Grande Firewall do país — um sistema de censura e regulamentação da internet. O Grande Firewall bloqueia o acesso a muitos sites e serviços, incluindo muitas VPNs populares.

As autoridades chinesas tomaram medidas extensivas para bloquear serviços VPN não aprovados pelo governo e seus endereços IP, incluindo o Surfshark. Isso significa que, se você tentar acessar o Surfshark na China, provavelmente perceberá que o serviço é lento, instável ou completamente inacessível.

O suporte ao cliente do Surfshark também confirmou que não pode garantir que a VPN funcionará em outros países restritivos como Rússia, Arábia Saudita, Turquia e EAU.

Torrenting — Rápido e Seguro, mas Um Pouco Inconveniente

9.0

O Surfshark se saiu muito bem nos meus testes P2P, mas não é tão fácil encontrar os servidores otimizados para isso. Nem todos os servidores são compatíveis com torrenting (há cerca de 60 que funcionam). Porém, se você não estiver conectado a um servidor otimizado para P2P, será automaticamente conectado a um assim que abrir um cliente de torrent (ou uma plataforma de streaming baseada em P2P, como o Popcorn Time).

Muitas VPNs facilitam muito mais a busca pelos seus servidores otimizados para P2P. O suporte ao cliente me informou que você pode digitar "p2p" na barra de pesquisa e todos os servidores para torrenting aparecerão. Mas acho um pouco estranho não ser mais intuitivo. Por exemplo, o CyberGhost tem uma aba separada em sua lista de servidores "Pra download", o que torna muito fácil de encontrá-los.

O suporte ao cliente não me deu uma resposta clara sobre como a VPN decide qual servidor P2P é designado para você, o que foi um pouco decepcionante. Porém, testei essa "mudança automática" para ter certeza de que funciona.

Primeiro, escolhi o servidor da República Tcheca (que não é otimizado para P2P) e me conectei. Usando o IPleak.net, vi que meu IP e localizações DNS estavam configurados para Praga. Após abrir o Bittorrent, executei o IPleak novamente e vi que meu IP e DNS haviam mudado para a Holanda, que é uma das localizações de servidor otimizadas para P2P.

Screenshot of Surfshark automatically connecting to a P2P-friendly serverVocê também pode se conectar manualmente a um servidor procurando por "p2p" em "Localizações" no aplicativo.

Tive ótimas velocidades no BitTorrent com o Surfshark, mas ele oferece servidores de torrenting próximos à minha localização real. Se não houver um por perto, você pode enfrentar quedas de velocidade mais acentuadas (felizmente, até os servidores mais distantes do Surfshark são bem rápidos). Demorei 7 minutos para baixar um arquivo de domínio público de 2,5 GB no servidor da Holanda. Também selecionei manualmente um servidor P2P no Reino Unido (onde estou localizado) e demorei 6 minutos e 45 segundos para baixar o mesmo arquivo — então, houve apenas uma pequena diferença nas velocidades.

Uma vez conectado ao seu servidor preferido, você pode baixar torrents com segurança e anonimato. É uma pena ser tão complicado encontrá-los. Por isso, recomendo procurá-los manualmente para encontrar o mais próximo de você.

A rigorosa política de não registros do Surfshark, juntamente com sua criptografia de nível militar e o recurso de kill switch automático, fazem dele uma VPN que sinto ser segura de usar com torrents. No entanto, é muito mais fácil usar uma VPN que permita baixar e enviar torrents em todos os servidores, ou pelo menos que tenha servidores P2P claramente identificados. Se você está procurando uma boa VPN para torrents, recomendo que confira esta lista para ver as melhores VPNs para torrents.

Instalação e apps

9.4

Instalação e Aplicativos — Configurações Fáceis e Apps Simples

O Surfshark é realmente fácil de usar — seus aplicativos possuem um design limpo, suportam o português e são amigáveis, mesmo se você nunca usou uma VPN antes. Ele funciona de maneira quase idêntica no Windows, Mac, iOS e Android, tornando-o simples de usar em várias plataformas. Você não precisa perder tempo se adaptando a quatro aplicativos completamente diferentes se tiver múltiplos dispositivos.

O aplicativo está disponível em 13 idiomas, incluindo espanhol, alemão, japonês, coreano e chinês.

Adorei especialmente o fato de que os menus de configurações avançadas e recursos incluem uma pequena descrição sobre o que cada recurso/configuração faz. Também é muito prático poder salvar seus servidores favoritos.

Screenshot showing how to save servers as favorites on SurfsharkNunca tive que procurar muito por nenhum recurso dentro do aplicativo — tudo estava bem claro.

Há algumas pequenas coisas que eu gostaria de ver melhoradas no Surfshark. O recurso de autoconexão poderia ser melhor — percebi velocidades ligeiramente mais rápidas selecionando manualmente um servidor várias vezes. Também seria útil incluir uma lista de servidores P2P, como acontece com MultiHop e Servidores Estáticos.

Também queria que fosse mais fácil ver a carga do servidor e o tempo de ping nos dispositivos Windows e Android. No Mac, essas informações aparecem automaticamente, então pensei que estavam faltando nesses outros aplicativos. Após contatar o suporte ao cliente sobre isso, eles me informaram que você deve estar desconectado da VPN para ver essas informações. Você só pode vê-las no Windows e Android clicando no pequeno círculo ao lado de "Localizações”.

Configuração e Instalação

Colocar o Surfshark para funcionar é bem simples. Configurei o Surfshark nos meus laptops Windows e Mac, tablet Android e iPhone.

Screenshot showing Surfshark's download page on its websiteNunca levei mais de 5 minutos para baixar o aplicativo Surfshark nos meus dispositivos.

Em qualquer dispositivo, foi tão simples quanto baixar e instalar o software (como você faria com qualquer outro aplicativo) do site do Surfshark e fazer o login.

Guia Rápido: Como Configurar o Surfshark em 3 Passos Simples

  1. Inscreva-se no Surfshark em seu site. Escolha um dos planos de assinatura do Surfshark e finalize a compra. Ele também oferece uma garantia de devolução do dinheiro de 30 dias, para que você possa experimentá-lo sem riscos.
  2. Baixe o aplicativo no seu dispositivo. O Surfshark tem aplicativos nativos fáceis de usar para Windows, macOS, Linux, Android e iOS. Basta fazer login na sua conta e baixar o cliente.
  3. Conecte-se a um servidor. Em seguida, comece a navegar, transmitir, jogar ou baixar e enviar torrents com segurança com o Surfshark.

Compatibilidade com Dispositivos

O Surfshark apresenta compatibilidade com dispositivos que eu esperaria de uma VPN de ponta (aplicativos nativos para Windows, macOS, Linux, Android e iOS). Também possui um aplicativo nativo para FireStick e Fire TV, que a maioria das VPNs com apps para Android oferece. Você pode configurar roteadores manualmente, e ele te dá algumas opções para conectar outros dispositivos que não possuem apps nativos, como o Roku ou consoles de jogos. Felizmente, o Surfshark tem guias detalhados passo a passo em seu site, o que é de grande ajuda.

Desktop — Aplicativos para Windows, macOS e Linux

Fiz a minha inscrição usando o meu laptop Windows 10. Foram apenas três passos: escolher o plano que queria, inserir meu endereço de e-mail e configurar um método de pagamento. Depois de ter as minhas credenciais, simplesmente fui ao site do Surfshark e baixei o aplicativo em cada um dos meus dispositivos.

Ao chegar na página de download do aplicativo, precisei de apenas dois cliques para colocar o Surfshark a funcionar. Simplesmente cliquei em "Baixar apps", cliquei no arquivo de configuração .exe após o download e todo o processo de instalação foi feito automaticamente. Em cerca de 20 segundos, o aplicativo do Surfshark apareceu, pedindo para eu entrar. O processo foi praticamente idêntico no macOS. Seus aplicativos são compatíveis com Windows 7 ou mais recente e macOS 10.12 ou mais recente.

O Surfshark também é compatível com os sistemas Ubuntu e Debian do Linux. O aplicativo é bem básico no Linux e não oferece a maioria das configurações avançadas, funcionalidades ou servidores especializados disponíveis no Windows ou Mac. No entanto, gostei da possibilidade de alternar entre OpenVPN TCP e UDP. Também é possível configurar algumas funcionalidades manualmente (como uma função de desligamento automático). Ainda assim, fico bem contente por oferecerem uma interface completa para o Linux, permitindo controlá-lo com um mouse em vez da linha de comando.

Existem algumas funcionalidades disponíveis no Windows que não estão no macOS, como a função de desligamento personalizável, Bypasser e Invisibilidade de Dispositivo.

Screenshots comparing Surshark's Windows and macOS appsExistem algumas pequenas diferenças no layout, mas o aplicativo é essencialmente o mesmo.

Uma das diferenças mais notáveis para mim é que você pode ver o seu ping e tempo de carregamento ao lado de cada servidor em dispositivos macOS. Isso só pode ser visto quando você está desconectado no Windows. O aplicativo Windows também permite redimensionar a janela — você não pode fazer isso no Mac.

Android e iPhone (iOS)

O processo de configuração foi simples tanto no meu iPhone quanto no tablet Android. Tive que tocar em alguns botões a mais do que no Windows, mas a instalação foi automática e demorou apenas cerca de 15 segundos.

Antes do arquivo .APK ser baixado no meu Android, recebi uma notificação perguntando se eu estava certo de que queria baixar o arquivo. Cliquei em "OK" e depois abri o arquivo Surfshark.apk assim que ele terminou de baixar. A seguir, foi só clicar em "Instalar", "Abrir", e o aplicativo carregou. O Surfshark é compatível com iOS 10.3.3 ou versões mais recentes, e Android 5.0 ou versões posteriores.

Screenshot comparing Surfshark's Android and iOS appsTirando essas pequenas diferenças, os aplicativos do Surfshark para Android e iOS são praticamente idênticos.

Os aplicativos móveis são quase idênticos, mas o Android tem algumas funcionalidades exclusivas. Ele oferece o GPS Spoofing, que combina sua localização GPS com a localização IP da sua VPN. Também tem um "Kill Switch" nativo, que o atendimento ao cliente me informou que é incorporado de forma mais profunda no software Android para maior confiabilidade. Os aplicativos Android vêm com o Bypasser também, mas ambos os aplicativos móveis permitem que você veja o ping e o tempo de carga ao lado dos servidores.

Extensões para navegadores Chrome, Firefox e Edge

O Surfshark tem extensões para os navegadores Chrome (Chrome 80 ou mais recente), Firefox (91.1 em diante) e Edge (todas as versões). Instalei as extensões do Chrome e Firefox, e foi tão simples quanto procurar por "Surfshark" na Chrome Web Store ou na Firefox Browser Add-On Store e clicar em "Adicionar."

Embora sejam uma versão simplificada do app, as extensões de navegador do Surfshark oferecem muitas funcionalidades quando comparadas às extensões de outras VPNs. Além de ocultar seu endereço IP, impedir vazamentos de WebRTC e contornar bloqueios geográficos, elas contam com o recurso CleanWeb. Este inclui um bloqueador de anúncios/pop-ups, um alerta de violação de dados e um alerta de malware. Você conta até mesmo com o recurso Bypasser. Apenas lembre-se de ativar essas funções para aproveitá-las ao máximo.

Verifiquei que elas funcionam de modo fluido e têm um design moderno. Mas foram realmente úteis somente para alterar rapidamente as localizações de IP no meu navegador. Isso porque essas extensões apenas criptografam o tráfego do navegador. Isso é melhor que a maioria das extensões, as quais somente alteram seu IP sem criptografar seu tráfego. Mesmo assim, recomendo usar o app completo para proteger todo o seu dispositivo.

Aplicativos para Amazon Fire TV e Smart TVs Android

O aplicativo para FireTV e FireStick é bem semelhante à versão para Android, oferecendo quase todas as mesmas funcionalidades avançadas presentes nos principais sistemas operacionais. Está disponível para dispositivos Fire de 2ª geração ou mais recentes.

O Surfshark também é compatível nativamente com Smart TVs Android. Instalar é tão simples quanto em qualquer dispositivo Android. Basta procurá-lo na Play Store e instalar.

Smart DNS – Para PlayStation, Xbox e outras smart TVs

O recurso Smart DNS permite que você use um código DNS do Surfshark em dispositivos que não são nativamente compatíveis com VPNs, como Xbox Series X/S, PS4/5, Nintendo Switch, Apple TV, LG TVs, Samsung TVs e outras mart TVs.

Configurar o Smart DNS no meu Xbox Series S levou apenas dois minutos. Acessei o Surfshark no meu navegador; no lado esquerdo, selecionei VPN > Configuração Manual > TV ou console. Meu endereço IP foi registrado automaticamente e recebi códigos DNS que simplesmente copiei nas configurações de rede do meu Xbox. A configuração é muito simples, mas ele oferece apenas localizações nos EUA. Embora seja teoricamente possível usá-lo para acessar diferentes plataformas e catálogos de streaming, não recomendamos fazê-lo porque tal prática pode constituir violação de direitos autorais. Também é mais seguro conectar o Surfshark ao seu roteador, o que explicaremos em detalhes mais abaixo.

Lembre-se, Smart DNS não é o mesmo que instalar uma VPN — ele não criptografa seu tráfego online, não muda seu endereço IP e não oferece nenhuma das funcionalidades de segurança que a VPN completa oferece.

Você também pode conectar esses dispositivos ao Surfshark configurando-o no seu roteador ou compartilhando a conexão à internet habilitada para VPN do seu PC para o dispositivo. Estas configurações são um pouco mais complexas que o Smart DNS, mas seu dispositivo estará protegido. O Surfshark possui guias passo a passo em seu site que mostram como configurar cada um destes métodos.

Compatível com Roteador, mas Sem Aplicativo Nativo

Você pode configurar o Surfshark no seu roteador, mas é recomendado usar seus aplicativos para obter o melhor desempenho. Ele deve ser instalado manualmente em um roteador com firmware que já tenha os clientes WireGuard, OpenVPN ou IKEv2 pré-instalados. Você também pode instalar um novo firmware (e existem guias no site mostrando como fazer), mas este pode ser um processo bem complicado e ainda danificar seu roteador, então tenha cautela!

Você não conseguirá usar a maioria das funcionalidades avançadas disponíveis nos aplicativos, além disso. Alguns roteadores suportam o tunelamento dividido (split tunneling) e alguns têm a capacidade de selecionar diferentes protocolos de segurança, mas outros não. Nenhuma das outras funcionalidades está disponível em roteadores. Você também deverá configurar manualmente cada servidor VPN ao qual quer ter acesso no seu roteador, então mudar de localização de servidor não é um processo de um clique só, como no aplicativo.

Esta é uma das poucas áreas onde o Surfshark não se equipara aos seus principais concorrentes. Por exemplo, o ExpressVPN permite que você conecte todos os seus dispositivos a diferentes servidores simultaneamente com seu aplicativo nativo para roteador. Ele também vende roteadores pré-configurados com o firmware do ExpressVPN para tornar o processo de instalação praticamente inexistente.

No entanto, gostei dos guias específicos para roteadores no site do Surfshark. Eles ajudam na configuração, e há também uma lista de roteadores compatíveis na sua base de conhecimento. Revisei os tutoriais e todos são detalhados, mas fáceis de seguir. Você também tem acesso ao suporte via chat ao vivo 24/7 se tiver qualquer problema.

Conexões simultâneas de dispositivos — ilimitado

Você pode conectar quantos dispositivos quiser com uma única assinatura do Surfshark. Esse é um dos recursos mais atrativos do Surfshark, pois oferece um ótimo custo-benefício. A maioria das VPNs restringe suas conexões simultâneas de dispositivos a algo entre 5-10 aparelhos, o que pode ser restritivo para famílias com múltiplos dispositivos.

Testei para ver se manter vários dispositivos conectado ao mesmo tempo reduziria o desempenho de qualquer maneira. Com meu notebook, iPad, celular Android e computador desktop todos conectados, não notei nenhuma queda de desempenho perceptível — ainda consegui assistir à Netflix em HD sem lag. Realmente não fica melhor do que isso.

Preço

8.7
Surfshark Starter 24 meses + 3 meses adicionais
$ 2.19 / mês por mês
Surfshark One 24 meses + 3 meses adicionais
$ 2.69 / mês por mês
Surfshark One 1 mês
$ 15.95 / mês por mês

Preços — Uma VPN Acessível Com uma Garantia de Devolução de Dinheiro Comprovada

O Surfshark oferece três pacotes de preços: Surfshark Starter, Surfshark One e Surfshark One+. O Starter é o pacote padrão de VPN, enquanto One e One+ são pacotes de segurança pessoal com recursos adicionais.

Independentemente da opção escolhida, é possível obter um desconto maior se você optar por um período de assinatura mais longo, mas é importante ler os detalhes. Muitas vezes, também é possível conseguir um ou dois meses gratuitos. Contudo, os preços quase dobram quando a sua assinatura é renovada. No plano de 24 meses, você pagará quase US$ 5/mês na renovação.

Surfshark One e One+ incluem os recursos Antivirus, Search e Alert (além dos serviços Incogni para clientes One+), então o custo é um pouco mais elevado em comparação com o plano Starter. O preço mais baixo que você consegue é $2,19/mês para o plano Surfshark One mais longo. Como acontece com o pacote Starter, frequentemente são oferecidos alguns meses gratuitos no plano mais longo.

Ainda assim, acredito que os preços do Surfshark são totalmente justos, considerando todas as funcionalidades avançadas incluídas. One e One+ custam apenas alguns dólares a mais por mês (nos planos mais longos) e trazem vários recursos adicionais que ajudarão a proteger sua privacidade online. Além disso, você pode usar qualquer plano em um número ilimitado de dispositivos, o que garante um custo-benefício ainda maior.

Todos os planos vêm com uma garantia de devolução de dinheiro de 30 dias. Testei essa garantia do Surfshark e foi fácil recuperar o meu dinheiro. Usando o chat ao vivo 24/7, solicitei um reembolso (indicando como motivo o fato de que o Surfshark não era a VPN certa para mim). Meu reembolso foi aprovado imediatamente e recebi o dinheiro de volta quatro dias depois.

O Surfshark também oferece uma avaliação gratuita de 7 dias para dispositivos Android, iOS e macOS, que você pode obter na Apple Store ou no Google Play.

O Surfshark oferece os seguintes métodos de pagamento:

  • Principais cartões de crédito (Visa, Mastercard, Amex, Discover)
  • PayPal
  • Cartões de débito (somente na Europa)
  • Google Pay
  • Amazon Pay
  • Criptomoedas
  • Outros métodos de pagamento regionais populares, como AliPay e Sofort.

Se você deseja assinar o Surfshark anonimamente, sua melhor opção é criar outra conta de e-mail e pagar com criptomoeda.

Confiabilidade e Suporte

9.8

Confiabilidade e Suporte — Atendimento ao Cliente Amigável e Conhecido

A Central de Ajuda online do Surfshark está repleta de informações úteis, incluindo explicações sobre recursos, tutoriais, guias de configuração e instalação, e uma seção de FAQ decente. Fiquei extremamente impressionado com a quantidade de guias disponíveis, e usei diversos tutoriais com sucesso durante esta avaliação. Eles são todos detalhados sem ser excessivamente complexos.

Se você não conseguir encontrar as respostas necessárias no site oficial (o que consegui na maioria dos casos), o Surfshark disponibiliza um serviço de suporte 24/7 via chat em tempo real, além de um sistema de tickets e suporte por e-mail. Testei as plataformas de tickets e chat em tempo real, e sempre recebi uma assistência rápida, amigável e explicativa. Recebi respostas em poucos segundos no chat em tempo real, e levou apenas entre 3-5 horas para eu receber uma resposta através do sistema de tickets em meu e-mail.

Screenshot showing conversation on Surfsharks live chat and email ticketing systemVocê começa com um robô, mas sempre fui conectado a um representante em poucos segundos.

Quanto tive problemas para usar o Whitelister em meu computador com Windows, o representante de suporte com quem falei no chat em tempo real me comunicou os passos detalhados necessários, além de diversas outras soluções. Ele permaneceu disponível no chat até encontrarmos uma solução adequada para o problema.

O Resultado

Veredito Final — Uma VPN Confiável, Segura e Fácil de Usar

Recomendo totalmente o Surfshark. Ele apresenta um ótimo custo-benefício e disponibiliza tudo o que uma VPN de ponta deve oferecer: vários recursos avançados de segurança, rede e velocidades confiáveis, qualidade consistente para streaming e um forte compromisso com a privacidade e segurança do usuário.

Fiquei muito impressionado com o suporte do Surfshark, e também com seu nível de transparência enquanto lia a política de privacidade. Além disso, um de seus maiores diferenciais é o fato de você poder conectar uma quantidade ilimitada de dispositivos simultaneamente, o que faz sua faixa de preços comparativamente menor valer ainda mais a pena.

O maior problema é que sua política de logs não foi verificada e auditada, além de sua sede que fica localizada dentro da Aliança 9 Olhos (9-Eyes Alliance) — algo preocupante do ponto de vista da privacidade. Porém, em termos gerais, o Surfshark é uma VPN de alta qualidade em quase todos os aspectos.

lDxykL2d2Ok
  • Permite assistir às principais plataformas de streaming em segurança
  • Velocidades excelentes em servidores próximos e distantes
  • 3.200 servidores em 100 localizações
  • Extremamente seguro para uso com uma política de não registros auditada e criptografia de nível militar
  • Ilimitado conexões simultâneas de dispositivos

FAQs sobre o Surfshark

O Surfshark é uma VPN de confiança? Ele mantém logs?

Sim, o Surfshark é extremamente seguro de usar onde quer que você esteja. O Surfshark oferece criptografia AES de 256 bits, impossível de ser violada. Esse nível de criptografia é usado por exércitos e governos em todo o mundo para proteger dados confidenciais.

O Surfshark também conta com uma rigorosa política antilogs (no-logs policy) — o provedor não armazena quaisquer dados de usuário identificáveis. Como ele também usa apenas servidores à base de RAM, qualquer dado passível de ser armazenado é excluído toda vez que você se desconecta da VPN.

O Surfshark funciona com a Netflix, Amazon Prime Video, Disney+ e outras plataformas de streaming?

Sim, você pode assistir à Netflix, Amazon Prime Video e Disney+ enquanto conectado ao Surfshark. Trabalhei com uma equipe internacional de avaliadores para verificar seu desempenho, e ele sempre nos permitiu transmitir com a maior qualidade e sem buffering. Ele funcionou com a Netflix a partir de 16 países, e também com o Hulu, Max, BBC iPlayer e mais. Minha equipe e eu apenas nos conectamos a servidores em nossos respectivos países para assistir às plataformas que estão disponíveis onde moramos.

Embora seja teoricamente possível usar o Surfshark para acessar plataformas e catálogos que não estão disponíveis na sua região, note que tal prática provavelmente constituirá violação de direitos autorais. Minha equipe e eu não apoiamos nenhuma forma de violação de direitos autorais e o encorajamos a não usar uma VPN para assistir a plataformas que não estão disponíveis onde você vive.

O Surfshark funcionará na China?

Infelizmente, o Surfshark atualmente não consegue contornar as restrições da internet na China (e em outros países restritivos, como Rússia, Arábia Saudita, Turquia e Emirados Árabes Unidos). Isso é bastante comum, visto que as autoridades chinesas tomaram medidas extensivas para bloquear serviços de VPN não aprovados pelo governo.

Enquanto o suporte ao cliente do Surfshark me informou que existe um método manual de conexão que pode fazer o Surfshark funcionar na China, é muito improvável que isso funcione.

Se você está procurando uma VPN confiável na China, existem algumas ótimas opções. No entanto, tenha em mente que as VPNs que não são aprovadas pelo governo chinês são tecnicamente proibidas. Embora isso geralmente seja imposto bloqueando conexões VPN (em vez de ir atrás dos usuários de VPN), minha equipe e eu não apoiamos atividades ilegais. Portanto, informe-se sobre as leis locais mais recentes para evitar quaisquer consequências negativas.

Em quantos dispositivos posso instalar o Surfshark?

Em quantos você quiser. Uma das melhores partes do Surfshark é o fato dele oferecer conexões simultâneas ilimitadas de dispositivos com uma única assinatura. Ele é perfeito para famílias ou para compartilhar a VPN com amigos.

Há algum app do Surfshark para Fire TV Stick, Apple TV ou smart TV?

Sim, o Surfshark oferece apps nativos para Fire TV e FireStick. Você pode baixá-los na Amazon App Store. O Surfshark não oferece apps nativos para Apple TV ou outras smart TVs, mas você pode usar o recurso de Smart DNS para se conectar facilmente a alguns endereços DNS do Surfshark baseados nos EUA. Levei apenas dois minutos para configurá-lo.

Teoricamente é possível usar um desses endereços para acessar conteúdo que não está disponível onde você vive. Porém, não recomendamos fazê-lo, pois tal prática pode constituir violação de direitos autorais. A equipe do vpnMentor não apoia nenhuma forma de violação de direitos autorais.

O Surfshark é legal?

Sim, o Surfshark e outras VPNs são completamente legais na maioria dos países, incluindo os EUA, a maior parte da Europa e outras nações ocidentais. No entanto, alguns países, como China, Turquia, Rússia e Irã, têm proibições ou restrições ao uso de VPNs.

Minha equipe do vpnMentor e eu não aprovamos o uso de VPNs para participar de atividades ilegais, e você deve sempre verificar as leis e regulamentos locais de sua região antes de usar uma.

É possível usar o Surfshark para torrenting?

Sim, você pode usar o Surfshark para torrenting. Nem todos os servidores são adequados para torrenting, mas isso nem é muito perceptível, pois ele conecta você automaticamente a um servidor de torrenting quando qualquer cliente BitTorrent é aberto. Pode ser um pouco incômodo, mas é possível escolher manualmente um servidor para torrenting digitando "P2P" na barra de pesquisa.

O Surfshark é confiável e conta com uma política comprovada de não manter logs, além de servidores baseados em RAM, garantindo que sua conexão permaneça bem protegida.

O Surfshark é uma VPN gratuita?

Não, o Surfshark não é uma VPN gratuita. No entanto, é possível obter um teste gratuito de 7 dias em dispositivos Android, iOS e macOS. Além disso, todos os seus planos têm uma garantia de devolução do dinheiro de 30 dias.

Garantia de reembolso (Dias): 30
Aplicativo Móvel:
Número de dispositivos por licença: Ilimitado
Planos VPN: surfshark.com

Assista à curta revisão em vídeo e o tutorial abaixo de Surfshark

grbLLugXzZA
imgur-grbLLugXzZA
Avaliamos os fornecedores com base em testes e pesquisas rigorosos, mas também levamos em consideração seu feedback e nosso programa de afiliados com os fornecedores. Alguns fornecedores são de propriedade da nossa matriz.
Saiba mais
O vpnMentor foi criado em 2014 para analisar os serviços de VPN e cobrir temas relacionados à privacidade. Hoje, nossa equipe de centenas de investigadores, redatores e editores de segurança cibernética continua ajudando os leitores a lutar por sua liberdade online em parceria com a Kape Technologies PLC, que também é proprietária dos seguintes produtos: ExpressVPN, CyberGhost, ZenMate, Private Internet Access e Intego, que podem vir a ser analisados neste site. As análises publicadas no vpnMentor são consideradas precisas na data de publicação de cada artigo e elaboradas conforme nossos rígidos padrões de análise que priorizam o exame profissional e honesto do especialista que faz a análise, levando em conta as capacidades técnicas e qualidades do produto juntamente com seu valor comercial para os usuários. As classificações e análises que publicamos também levam em conta a propriedade comum mencionada acima e as comissões de afiliados que ganhamos por compras através dos links em nosso site. Não analisamos todos os provedores de VPN e acreditamos que as informações sejam precisas na data de publicação de cada artigo.
Análise dos usuário da Surfshark (As avaliações dos usuários não são verificadas)
7.5
Com base em 798 avaliações em 27 idiomas

Escreva uma opinião sobre Surfshark

Classificar VPN.

Tudo Velocidade Streaming Segurança Suporte
Junior
Junior
4/10
DEPOIS de INSTALADO FACAM UM TESTE

Nao é porque todo mundo elogia que também será bom para vc!! ComigoSimplesmente NÃO FUNCIONOU! Descobri que ele não serviu quando estava no facebook e o mesmo ficou me sugerindo para eu me tornar membro de grupos da minha cidade. O ponto positivo é o suporte deles que é impecável. Depois de tentar de tudo, me indicaram baixar o OPENVPN e, embora limitado de recursos, está funcionando. Irei trocar para o nordvpn. Espero que nao me decepcione novamente!

    Diego Alcântara
    Diego Alcântara
    10/10
    Satisfeito demais

    Comecei a usar a Surfshark depois de ter problemas com a NordVPN, sérios problemas. Antes de chegar até a Surfshark passei pela Express VPN, e não gostei; passei pela CyberGhost e não gostei, até que topei com a boa avaliação dela no Google Play e passei a pesquisar mais sobre ela. HOJE sou 100% defensor da Surfshark: conexões ilimitadas, o recurso Clean funciona perfeitamente, me oferece opções variadas e seguras de protocolos a minha escolha, eu particularmente prefiro o ikev2 e as velocidades são incríveis! O chat deles é muito bom, as pessoas que nos atendem realmente entendem sobre o assunto e é instantâneo (nada de troca de e-mails, é ao vivo). Vão de Surfshark sem medo.

    Ramon
    Ramon
    2/10
    Atenção Pesquise

    Contratei os serviços da Surf Shark para jogos e eles não conseguiram resolver o meu problema. Já fizemos varias tentativas porem eles não tem capacidade de resolver. Se passaram mais de 30 dias e agora não consigo receber meu dinheiro de volta. Se eu pudesse te dar uma dica é pesquise melhor e nem sempre o melhor preço é uma boa escolha. Porque o barato sai caro.

    Compare o Surfshark com as principais VPNs alternativas
    Nossa pontuação: 9.9
    Nossa pontuação: 9.7
    Nossa pontuação: 9.5
    Nossa pontuação: 9.4
    Editors' Note: Intego, Private Internet Access, Cyberghost and Expressvpn are owned by Kape Technologies, our parent company.

    Sobre o autor

    Keira é redatora profissional de tecnologia e entusiasta da segurança cibernética. Ela é uma defensora da liberdade digital e da privacidade online.

    Este artigo foi útil?
    Desculpe-nos por isso!
    (Mínimo de 10 caracteres.)