Diferentes tipos de VPNs e quando usá-los

Para determinar qual VPN é ideal para você, primeiro determine o tipo de segurança que gostaria de ter.

Nota do editor: se você sabe o que é uma rede VPN e quais protocolos ela tem, pode querer ir para este artigo que compara protocolos VPN.

A maioria de nós concordaria que usamos a Internet diariamente quer para uso pessoal ou empresarial.  Até agora, você não tinha problemas em termos de problemas de segurança com o uso da Internet. No entanto, e se eu lhe disser que sua Internet não é segura? Bem, você tem uma senha Wi-Fi, mas o que dizer de uma VPN? Você é alguém que precisa de uma VPN?

De um modo geral, uma Rede Privada Virtual ou VPN é um grupo de computadores ou redes discretas interconectadas em rede através de uma rede pública, como a Internet. Uma VPN protege a conexão de Internet do seu computador para garantir que tudo o que você receber e enviar seja criptografado e ocultado de todos os olhos curiosos. Mas o que é uma VPN e por que você precisa de uma?

Então, em primeiro lugar, como você sabe se precisa de uma VPN? Bem, é simples. Qualquer pessoa, quer seja estudante ou trabalhador, ou apenas alguém que quer que os outros cuidem da própria vida no que diz respeito à sua privacidade na Internet deve ter uma VPN.

Existem vários tipos de VPNs. As VPNs mais comuns são a VPN PPTP, VPN Site a Site VPN, VPN L2TP, IPSec, SSL, VPN MPLS e VPN híbrida.  Vamos discutir cada tipo de VPN em mais detalhes abaixo.

Surveillance vs privacy: vpnmentor

  1. VPN PPTP

VPN PPTP significa Point-to-Point Tunneling Protocol. Como seu nome indica, uma VPN PPTP cria um túnel e captura os dados. Um longo nome para a VPN usada mais comumente. As VPNs PPTP são usadas por usuários remotos para se conectarem à rede VPN usando sua conexão existente de Internet. Esta é uma VPN útil tanto para os usuários empresariais como usuários domésticos. Para acessar a VPN, faça login na VPN usando uma senha de usuários aprovada. As VPNs PPTP são ideais para uso pessoal e empresarial, porque elas não exigem a compra e a instalação de hardware e recursos extras normalmente oferecidos como software add-on barato. Elas são mais amplamente utilizadas também por causa de sua compatibilidade com os sistemas Windows, Mac e Linux.

Embora as VPNs PPTP pareçam ter muitas vantagens, ela tem uma desvantagem: ela não fornece criptografia.  Outra desvantagem é que ela depende do PPP ou Protocolo Ponto-a-Ponto para implementar medidas de segurança.

  1. VPN Site a Site

Uma VPN Site a Site também é chamada de VPN Roteador a Roteador e é usada principalmente em operações corporativas. O fato de que muitas empresas têm escritórios localizados tanto nacional como internacionalmente, uma VPN Site a Site é usada para conectar a rede do principal local do escritório com vários escritórios. Ela também é conhecida como VPN baseada na Intranet. O oposto também é possível com a VPN Site a Site. As empresas usam a VPN Site a Site para se conectarem com outras empresas da mesma forma, e isso classifica como uma VPN baseada em Extranet. Em termos simples, as VPNs Site a Site constroem uma ponte virtual que une redes em vários locais, para conectá-los com a Internet e manter uma comunicação segura e privada entre essas redes.

Semelhante a uma VPN PPTP, a VPN Site a Site trabalha para criar uma rede segura. No entanto, não há nenhuma linha dedicada em uso que permite que os vários locais dentro de uma empresa como nós acabamos de mencionar se unem para formar uma VPN. Além disso, ao contrário da PPTP, o roteamento, a criptografia e a descriptografia são realizadas por roteadores baseados em hardware ou software em ambos os lados.

  1. VPN L2TP

L2TP significa Layer 2 Tunneling Protocol, e esta rede foi desenvolvida pela Microsoft e Cisco. As VPNs L2TP são VPNs que normalmente são combinadas com outro protocolo de segurança VPN para estabelecer uma conexão VPN mais segura. Uma VPN L2TP forma um túnel entre dois pontos de conexão L2TP e outra VPN, enquanto o protocolo IPsec criptografa os dados e se concentra em garantir a comunicação entre os túneis.

Uma L2TP também é semelhante à PPTP. As semelhanças existem em termos da sua falta de criptografia e ambas dependem do protocolo PPP para fazer isso. Elas começam a se diferenciar no que diz respeito à confidencialidade e integridade dos dados.  As VPNs L2TP fornecem ambas, enquanto as VPNs PPTP não.

  1. IPsec

IPsec é uma abreviação de Internet Protocol Security. O IPsec é um protocolo de VPN usado para proteger a comunicação de Internet através de uma rede IP. Um túnel que está configurado em um site remoto permite o acesso ao seu site central. Um IPsec funciona para proteger a comunicação do protocolo de Internet verificando cada sessão e criptografando individualmente os pacotes de dados em toda a conexão. Uma VPN IPsec tem dois modos de operação. Os dois modos são: modo de transporte e modo de tunelamento. Ambos os modos servem para proteger a transferência de dados entre duas redes diferentes. Durante o modo de transporte, a mensagem no pacote de dados é criptografada. No modo de tunelamento, o pacote de dados completo é criptografado. Uma vantagem de se utilizar uma VPN IPsec é que ela também pode ser utilizada em adição a outros protocolos de segurança para proporcionar um sistema de segurança mais forte.

Embora um IPsec seja uma VPN valiosa, uma grande desvantagem de utilizar este protocolo são as instalações de cliente demoradas e caras que devem ocorrer antes da utilização.

  1. SSL e TLS

SSL significa Secure Sockets Layer e TLS significa Transport Layer Security. Elas funcionam como um protocolo. Ambas são usadas para construir uma conexão VPN. Está é uma conexão VPN na qual o navegador Web serve como cliente e o acesso de usuário é restrito a aplicativos específicos em vez de uma rede inteira.  O protocolo SSL e TLS é utilizado principalmente por sites de compras online e prestadores de serviços. Um VPN SSL e TSL fornece a você uma sessão segura a partir de seu navegador de PC para o servidor de aplicativos. Isso ocorre porque os navegadores Web mudam para SSL facilmente e não exigem praticamente nenhuma ação do usuário. Os navegadores Web já vêm integrados com SSL e TSL. As conexões SSL tem https no início da URL em vez de http.

  1. VPN MPLS

Multi-Protocol Label Switching ou VPNs MPLS são melhores para o uso do tipo de conexões Site a Site. Isto ocorre principalmente devido ao fato de que as MPLS são a opção mais flexível e adaptável.  A MPLS é um recurso baseado em padrões que é usado para acelerar a distribuição de pacotes de rede através de vários protocolos. As VPNs MPLS são sistemas que são VPNs sintonizadas com ISP. Uma VPN sintonizada com ISP é quando dois ou mais sites estão conectados para formar uma VPN usando o mesmo ISP.  No entanto, a maior desvantagem de usar uma VPN MPLS é o fato de a rede não ser tão fácil de montar comparativamente a outras VPN. Além disso, não é fácil de fazer modificações. Portanto, VPNs MPLS são tipicamente mais caras.

  1. VPN Híbrida

Uma VPN Híbrida combina MPLS e IPS ou VPNs baseadas em IPsec, embora estes dois tipos de VPN sejam usados separadamente em diferentes locais. No entanto, é possível usar ambos no mesmo local. Isso seria feito com a intenção de utilizar as VPNs IPsec como back up para a VPN MPLS.

As VPNs IPsec são VPNs que exigem alguns equipamentos no lado do cliente como mencionado anteriormente. Este equipamento é, geralmente, um roteador ou um dispositivo de segurança polivalente. Através desse roteador ou dispositivo de segurança polivalente, os dados são codificados e formam o túnel VPN como discutido acima. Comparativamente, as VPNs MPLS são utilizadas por um transportador, através de equipamento na rede da operadora.

Para conectar essas duas VPN, uma gateway é estabelecida para eliminar o túnel IPsec de um lado e traçá-lo para a VPN MPLS na outra extremidade ao mesmo tempo em que preserva a segurança que as VPNs são destinadas a fornecer.

As VPNs Híbridas são utilizadas principalmente por empresas porque usar MPLS em seus sites não seria a escolha mais adequada. Há muitas vantagens que as MPLS tem em relação às conexões públicas de Internet, no entanto, o custo é alto. Portanto, usar uma VPN Híbrida permite que você acesse o site central através de um site remoto. As VPNs Híbridas são, no geral, caras. No entanto, oferecem uma maior flexibilidade.

Resumo

Em conclusão, fazer a escolha certa sobre qual VPN é mais adequada para você pode ser uma tarefa difícil. Para determinar qual VPN é ideal, primeiro determine o tipo de segurança que você gostaria de ter. Escolher sua VPN vai variar dependendo se você for um estudante, pequeno empresário ou se possui vários escritórios corporativos.  Outra ideia que você deve considerar é quão extensiva a sua segurança deve ser, ou seja, se você deve ou não obter algo simples ou mais complexo como uma VPN Híbrida. O custo é outro fator que entra em jogo durante este processo de decisão. Quanto dinheiro você está disposto e vale a pena gastar para proteger sua conexão com a Internet? Assim que você conseguir responder a estas perguntas, decidir qual tipo de VPN é adequado para você será uma escolha mais fácil. Uma ideia que poderia ser útil é fazer mais pesquisas nesta área. Boa sorte para você!

ex_goldConfira as principais VPNs por marca e veja o que os usuários como você pensam delasm

Isto foi útil? Compartilhe.
ExpressVPN
Economize 49%
Devices

A VPN mais rápida do mercado

  • Proteja sua privacidade
  • Stream smoothly
Obter ExpressVPN agora
Não, obrigado