Nós demos uma olhada no recurso CyberSec da NordVPN e esta é a nossa impressão

Tudo o que você precisa saber sobre o novo recurso CyberSec da Nord.

Em 2016, cerca de 32% dos usuários de computadores de todo o mundo se tornaram vítimas de diferentes tipos de ataques de malware. Embora esse número possa parecer surpreendente, na verdade, é bastante simples clicar em um site com malware.

Um relatório recente revelou que cerca de 76% dos sites são vulneráveis ​​a ataques maliciosos e 1 em cada 11 sites tem alguns problemas críticos. Os sites maliciosos tentam instalar malwares no seu dispositivo que se destinam a interromper o funcionamento normal do seu computador. Às vezes, ele pode até assumir o controle de seu dispositivo e roubar informações pessoais, como as credenciais do seu cartão de crédito, o que poderia levar a algumas consequências indesejáveis.

Sites maliciosos se parecem com os sites verdadeiros. Eles podem pedir que você instale determinado software como pré-requisito para um programa executado ou solicita a sua permissão para instalar determinado software desejável e, em seguida, instala algo completamente diferente. Eles também são usados ​​para gerar receitas atraindo usuários para que eles cliquem em publicidades diferentes. Então, como você se protege?

Recentemente, a NordVPN anunciou um conjunto de segurança completamente novo chamado CyberSec, que – declara – tornará a sua segurança e controle ainda mais robustos. A NordVPN já é bem conhecida pelos seus recursos como criptografia de dados dupla e acesso à Internet sem restrições. Ela também criou ferramentas como um Kill Switch automático e um resolvedor de DNS , que ajudam a identificar vazamentos de VPN. Portanto, não é nenhuma surpresa que eles criem outra ferramenta para melhorar a experiência média do usuário VPN.

Muitos, se não a maioria, dos usuários de VPN fazem isso para visualizar conteúdo de mídia com restrições geográficas. Isso os torna propensos a ataques maliciosos associados a sites de streaming. A NordVPN criou o CyberSec para bloquear os sites prejudiciais e proteger o seu computador de malware e várias outras ameaças cibernéticas. O CyberSec também bloqueia janelas pop-ups irritantes que podem induzir enganosamente você a clicar em anúncios que podem sabotar a sua experiência na Internet. Examinamos mais profundamente os benefícios do CyberSec e como ele funciona.

O CyberSec parece fazer três coisas para aprimorar a experiência do usuário de VPN: ele defende contra malwares, evita o controle de botnet e bloqueia anúncios irritantes.

Defesa contra Malware

O malware, que inclui spyware, vírus, worms, trojans e rootkits, infecta o seu computador, fazendo com que ele seja travado ou reiniciado extemporaneamente sem nenhuma explicação lógica. Os worms geralmente tendem a diminuir a velocidade do seu computador e a deteriorar a sua experiência de navegação. O CyberSec verifica constantemente sites suspeitos à medida que você navega na Web, verifica se eles estão em alguma lista negra e não permite que você acesse esses sites.

Evitar controle de botnet

O termo “botnet” é derivado das palavras “robot” (robô) e “network” (rede). As botnets são basicamente um grupo de computadores que se dedica exclusivamente a realizar determinadas tarefas desastrosas, como atacar outros computadores ou espalhar ransomware e malware. O CyberSec da NordVPN impede que o seu dispositivo participe de ataques DDoS (Negação Distribuída de Serviço) mesmo que o seu computador já esteja corrompido com um malware. Para evitar qualquer atividade insegura, a comunicação entre o seu dispositivo e o servidor “Command and Control” dos botnets é cortada.

Bloquear anúncios irritantes

As pup-ups que piscam e se reproduzem automaticamente não só pioram a sua experiência de navegação, mas também consomem os seus dados móveis. Um estudo recente sugeriu que cerca de 50% dos dados móveis de um usuário são desperdiçados na visualização de anúncios indesejáveis. O CyberSec impede o carregamento de anúncios a partir do momento em que você visita um site. Assim, os sites carregam mais rápido, o que torna a transmissão muito mais fácil.

Como funciona?

Quando você digita um endereço da Web, o seu navegador entra em contato com o servidor DNS que encontra o endereço real do servidor. O navegador envia então um pedido ao servidor para a página solicitada usando o Protocolo HTTP (Hypertext Transfer Protocol). Assim que o Servidor de Nomes de Domínio (DNS) responder, você pode visitar o site. Sempre que uma determinada solicitação do site for atendida, o CyberSec da NordVPN faz referência ao seu enorme diretório, que inclui uma lista de sites que provavelmente hospedarão spyware, malware, rastreadores e outros softwares maliciosos. A seguir, ele analisa o site solicitado contra a lista de possíveis ameaças e decide se deve fornecer acesso ao usuário ou não. Se o site que você estiver tentando visitar contiver algum conteúdo malicioso, o CyberSec restringirá o acesso a ele e exibirá uma mensagem de aviso. A menos que você desative o recurso nas preferências, não poderá acessar o site bloqueado.

Como faço para configurar o CyberSec?

Boas notícias! Se você já possui a NordVPN  precisa apenas atualizá-la para usar o recurso CyberSec. Vá ao menu de configurações e clique no botão de ativação. Se você não usa a NordVPN, então, terá que  baixar o aplicativo do site.

O CyberSec está disponível para Windows e para macOS (como OpenVPN).

Ainda não tem certeza sobre o NordVPN? Confira as nossas revisões de usuários para ver o que eles têm a dizer sobre ela.

Isto foi útil? Compartilhe.
Espere! A Nord oferece 75% de desconto em suas VPNs.